Qual é a diferença entre Lide e Linha Fina?

Em textos jornalísticos, como a notícia e a reportagem, dois recursos são comumente utilizados pelos redatores: o lide e a linha fina. O primeiro deles é praticamente um modelo estrutural obrigatório para esses gêneros textuais e tem como objetivo trazer as principais informações logo no primeiro parágrafo. Já o outro, embora muito importante, nem sempre é empregado nas matérias e tem a função de complementar o título. Entenda abaixo a diferença entre lide e linha fina.

O que é lide?

A estrutura de toda notícia ou reportagem se baseia na utilização de uma técnica conhecida no meio jornalístico como pirâmide invertida. Trata-se de um artifício que apresenta os fatos principais de um determinado assunto já na introdução da matéria. Esse resumo inicial é o que se chama de lide (ou lead, em inglês). Para que ele seja bem construído, o redator deve responder ao longo do primeiro parágrafo as seguintes perguntas: o que? quem? como? quando? onde? e por quê?

Diferentemente dos textos literários, que discorrem a história gradualmente até chegar ao clímax, o lide tem a função de informar e captar a atenção do leitor logo de cara. Nos dias atuais, nem todos os textos jornalísticos respondem necessariamente às seis questões no primeiro parágrafo, optando por apenas algumas delas. O recomendado é que se escolha as mais importantes e que as demais sejam apresentadas posteriormente em um sublide.

O que é linha fina?

Inserida com o objetivo de agilizar e facilitar a compreensão da notícia, a linha fina nada mais é do que um complemento do título, vindo logo abaixo dele em letras menores, sem pontuação e, geralmente, em itálico. É um recurso que exige palavras e expressões objetivas, diretas e coesas, de forma a não repetir nenhuma informação da manchete. Em alguns veículos de comunicação, ela também é chamada de subtítulo.

Por que devemos utilizá-la em uma notícia?

Optar por uma linha fina é auxiliar o leitor que não tem tempo para ler o lide de todas as matérias que deseja, agilizando, assim, a compreensão contextual da notícia ou reportagem. É um espaço que deve ser preenchido com informações adicionais e expressões que chamem a atenção do público. Infelizmente, muitos veículos ainda utilizam esse recurso de maneira equivocada, com textos pouco interessantes e que não cumprem seu papel de complementar o título e trazer um entendimento mais amplo sobre o fato a ser relatado.

Qual é a importância de seguir a estrutura de uma notícia?

Aderir e respeitar as características básicas da estrutura de uma notícia é fundamental para cumprir a função desse gênero textual. Sua organização estrutural é lógica e segue critérios de relevância condicionados ao interesse público. Por isso, entender o que são lide e linha fina, saber produzir um bom título, utilizar linguagem coloquial, ser imparcial e ter profundidade são aspectos essenciais para a construção do texto.

Agora que você já sabe a diferença entre lide e linha fina e a importância de seguir a estrutura de uma notícia, que tal produzir e publicar um release no Universo de Negócios? Somos um site divulgador de notícias sobre o mundo empresarial e seus diversos segmentos, fazendo a ponte entre produtores de conteúdo e seu público-alvo. Envie já seu material para a análise da nossa equipe!

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!