Jornalista com uma câmera, escrevendo sobre o que é reportagem.

O que é reportagem? Entenda tudo sobre o gênero

Para falar sobre o que é reportagem, é preciso dar um passo para trás e entender que existem diferentes tipos de gêneros jornalísticos, sendo a reportagem um deles. Esses gêneros são utilizados pelos jornais e revistas para transmitir informação, entretenimento e uma interpretação sobre um acontecimento.

Sendo assim, a depender do objetivo de cada situação, escolhe-se um gênero jornalístico que é mais adequado para transmitir a ideia desejada. No caso da reportagem, o jornalista relata um fato e, a partir disso, pode criar a opinião do leitor.

Para entender melhor, confira o que é reportagem e conheça sua estrutura, tipos, características e muito mais.

O que é reportagem?

Seguindo o raciocínio acima, a reportagem é um dos gêneros textuais jornalísticos não literários. Ele tem o objetivo de levar informação aos leitores e também pretende que, a partir dele, sejam criadas opiniões.

Com isso, esse gênero utilizado pelo jornalismo acaba tendo uma relevância social importante enquanto construtor de opiniões.

A reportagem também pode ser vista como uma notícia mais longa que é acompanhada de elementos críticos que servem de ampliação ao caráter estritamente informativo característico da notícia.

Características da reportagem

Entre as principais características da reportagem, estão:

  • Uso de discurso indireto e direto;
  • Escrita em acordo com a norma-padrão da língua portuguesa;
  • Presença da assinatura do autor do texto;
  • Uso de uma linguagem dinâmica, simples e clara;
  • Uso de título;
  • Uso de escrita em primeira ou terceira pessoa;
  • Enfoque em assuntos econômicos, sociais e políticos;
  • Uso de objetividade e subjetividade.

Tipos de reportagem

Como dito no começo do artigo, existem diferentes tipos de reportagem: opinativa, expositiva ou interpretativa.

  • Expositiva: no caso da reportagem expositiva, o texto é mais objetivo e contém diversos conteúdos informativos.
  • Opinativa: além de expor fatos, também há uma exposição da opinião que o jornalista autor do texto tem. Assim, ela é construída com uma junção de opinião e informação.
  • Interpretativa: há presença de análise de fatos juntamente com outros elementos, como depoimentos de pessoas, dados estatísticos e fatos da história. Com isso, no final do texto o leitor é sugerido, de certa forma, a ter uma determinada conclusão sobre o tema abordado.

Qual é a estrutura de uma reportagem?

Outro ponto importante para ser tratado é a estrutura que uma reportagem tem. Nesse sentido, ela se parece mais uma vez com uma notícia, só que com uma estrutura mais abrangente e não tão rígida.

Basicamente, a estrutura é separada em 3 partes: título, lide e corpo do texto, sendo que, dentro do título, há o principal e o secundário. 

  1. Títulos (principal e secundário): o título principal e mais amplo é denominado como manchete, já o secundário é mais direcionado e pode ser chamado de subtítulo.
  2. Lide: a lide, dentro do universo jornalístico, são os parágrafos iniciais do texto. Neles devem estar presentes as informações de maior relevância e que serão tratadas no decorrer do texto. Assim, é possível entender a lide como um tipo de resumo, inclusive inserindo palavras-chave.
  3. Corpo do texto: essa parte compreende todo o desenvolvimento do texto, sendo o local no qual o autor inclui todos os dados e informações, sempre de uma maneira coerente e coesa. Além disso, o desenvolvimento não pode se desviar do que foi introduzido na lide.

Qual é a diferença entre reportagem e notícia?

Depois de entender melhor o que é reportagem, conferir suas características e conhecer a estrutura, fica claro algumas semelhanças em relação ao gênero notícia. Porém, apesar de alguns pontos semelhantes, eles são dois tipos autônomos de gêneros jornalísticos.

Nesse sentido, uma das principais diferenças é que, de um modo geral, a reportagem é mais longa do que uma notícia e demanda mais tempo para ser construída. Além disso, ela é mais opinativa, o que também é um ponto importante de diferença, além do fato de a reportagem ser assinada pelo repórter.

Em contrapartida, as notícias tendem a ser mais impessoais, sucintas e com o foco apenas em levar determinada informação ao leitor acerca de um fato ocorrido no momento presente.

Assim, a reportagem está inserida em um jornalismo conhecido como opinativo, enquanto a notícia pertence a um jornalismo informativo.

Veja também: Entenda a diferença entre notícia e reportagem

Como escrever uma reportagem?

Pois bem, as principais informações sobre o que é reportagem já foram trazidas, mas como escrever uma? Para isso, algumas dicas podem ser muito úteis e facilitar o processo textual.

1. Escolha o tema

O tema escolhido deve ser relevante e despertar o interesse de grande parte do público. Para isso, o repórter deve pensar dentro do contexto de notícias do momento. Uma forma de encontrar temas relevantes é fazer uma pesquisa de palavras-chave para saber o que o público está procurando.

2. Pesquise sobre o assunto

Depois de determinar o tema, é a hora de pesquisar e colher o maior número possível de informações.

3. Defina o público-alvo

Com o tema definido e a pesquisa feita, é hora de pensar sobre quem terá interesse em ler o texto. Delimitar o público-alvo é crucial para identificar os pontos, dentro do tema, que são mais relevantes e interessantes para serem trazidos à tona.

Além disso, essa é a hora de escolher as pessoas que farão parte da reportagem na condição de entrevistados para conferir mais credibilidade ao conteúdo.

4. Faça a preparação para as entrevistas

Para coletar as informações desejadas dos entrevistados, o jornalista deve sempre fazer uma pesquisa sobre as pessoas envolvidas antes de entrevistá-las. Além disso, é necessário preparar as perguntas que serão feitas e enviá-las com antecedência ao entrevistado.

5. Transcreva as entrevistas

Para garantir que as citações sejam fiéis, é fundamental transcrever as entrevistas, mesmo que essa tarefa seja mais demorada.

6. Eleja o formato

Escolha o formato da reportagem, lembrando que o autor tem sempre liberdade para escolher como deseja apresentar as informações.

7. Inicie o processo de escrita

O começo da escrita deve ser um esboço com a ordem na qual as informações serão apresentadas. Depois, é o momento de escolher o gancho da reportagem, que será inserido no lide para atrair o leitor. Só depois disso o texto deve ser desenvolvido.

8. Revise

Por último vem a revisão, que é fundamental para evitar erros na publicação. Assim, o ideal é deixar o texto descansar por algum tempo para depois reler algumas vezes com calma e atenção.

Portanto, com tudo que foi abordado até aqui, foi possível entender melhor o gênero textual reportagem e saber tudo aquilo de mais importante que envolve a criação de um bom texto dentro desse tipo de conteúdo jornalístico.

Conheça o Universo de Negócios e navegue pelo site para saber como publicar release.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

COMPARTILHAR