Dados apontam que e-commerce faturou R$ 4 bilhões na Black Friday

Cartão de crédito é a forma de pagamento preferida dos consumidores

De acordo com o relatório Black Friday 2021, apresentado pela Social Miner em conjunto com All iN, Bornlogic, Delivery Direto, Neotrust, Octadesk, Vindi, Opinion Box e Lett, somente na sexta-feira da Black Friday, o faturamento do e-commerce foi de R$ 4,04 bilhões – 4,5% acima do valor do ano passado. Com o fenômeno apresentado pelo levantamento, a temporada deste ano ficou acima das vendas de 2020. Na soma das ofertas de quinta a sexta, o valor do faturamento passa os R$ 5,41 bilhões, 5,8% acima do ano passado. 

O documento, que trouxe indicativos sobre o e-commerce, ainda aponta que foi após a segunda semana de novembro que as pessoas iniciaram as visitas a sites com mais frequência e se prepararam para a época de compras, incluindo a Cyber Monday. Em relação ao comportamento das pessoas entre os dias 30 de outubro e 26 de novembro de 2021, a análise ainda mostra um comparativo com os números mostrados no mesmo período do ano passado. 

Segmentos

No que se refere aos segmentos, Beleza ocupa o primeiro lugar, essencialmente no período anterior à Black Friday. Em segundo está o segmento de Farmácia e Saúde, com visitas mais intensas também antes do evento. O fenômeno também aconteceu em Casa e Construção e Objetos de Decoração. Outro segmento com muito destaque na Black Friday é o de Bebidas, com variação de +18% de visitas durante a época. Além disso, os itens de Multicategoria também tiveram um índice positivo, com +43% no evento. 

Vendas na Black Friday

De acordo com o relatório, as vendas performaram bem na segunda semana do mês, mas com destaque mais proeminente nas vésperas do evento. Em primeiro lugar, ficou o segmento Moda e Acessórios, que inclui semijoia, por exemplo, seguido por Beleza e Alimentos e Supermercado. Em relação à região, o Sudeste ocupa o primeiro lugar na região com mais vendas. A região também é a segunda que mais teve crescimento neste ano. Em relação à região Sul, o avanço foi de 22% ante 2020. Sobre o frete médio, o levantamento aponta que houve diminuição de 12%. Já sobre o frete grátis nos pedidos, ocorreu um crescimento de 0,6 p.p.

Formas de pagamento

Durante a Black Friday, o meio de pagamento preferido dos consumidores ainda é o cartão de crédito, com 68,10%. Na sequência aparece o boleto bancário, com 31,60%. De acordo com a Social Miner, as razões da utilização do cartão de crédito têm a ver com os benefícios de descontos do pagamento “à vista”, frete grátis, cashbacks, programas de pontos e milhas. O pagamento por meio do Pix aparece de forma mais acanhada se comparado com as outras formas de pagamento.

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!