Brasil lidera lista de países cujos habitantes menos fazem exercícios físicos

Dentre os motivos apresentados pela baixa adesão, estão falta de tempo e dinheiro

Segundo pesquisa realizada pela Ipsos, que contou com a participação de 29 países, o Brasil é um dos países cuja população é a que menos adere à prática de atividade física: cerca de três horas por semana, a metade da média global (seis horas por semana). Dentre os motivos apontados, são relatados a falta de tempo e de recursos financeiros. Alemanha e Holanda são os países que apresentam o tempo mais elevado de exercícios, dentre os que foram analisados. 

Os brasileiros participantes da pesquisa afirmam que, em média, exercitam-se apenas três horas por semana e 31% relatam que não possuem nenhum tempo dedicado ao condicionamento físico. A nível mundial, o tempo semanal dedicado à prática de exercícios é de 6,1. No ranking, os países que possuem os maiores tempos de prática de atividades físicas e esportes são da Europa: Holanda (12,8 horas), Alemanha (11,1 horas) e Romênia (11 horas). Em contrapartida, os que estão menos adeptas à prática, em conjunto com o Brasil, são o Japão (3,3 horas) e Itália (3,6 horas).

O Brasil ocupa a segunda colocação na lista de pessoas que afirmam não terem nenhum tempo dedicado à atividade física, ficando apenas atrás do Japão (34%). Apesar disso, metade dos brasileiros (53%) demonstra que gostaria de fazer mais esportes; 40% disseram estarem satisfeitos com a quantidade praticada e 7% gostariam de praticar menos esportes. 

Na pesquisa, os brasileiros apontaram motivos pelos quais não fazem atividades físicas: falta de tempo (32%); falta de dinheiro (21%); falta de instalações nas proximidades de onde vivem (13%); falta de conhecidos para fazer companhia na prática (13%); clima muito quente ou muito frio (8%).

A nível global, os esportes mais praticados são: ginástica (20%), corrida (19%) e ciclismo (13%). A nível nacional, estão a corrida (14%), a ginástica (11%) e o futebol (11%). A pesquisa foi feita de forma on-line, contando com 21.503 pessoas – sendo mil brasileiros – de 29 países, com idades entre 16 e 74 anos. Os dados foram coletados entre 25 de junho e 9 de julho de 2021. A margem de erro para o Brasil é 3,5 pontos porcentuais. 

47% dos brasileiros não praticam atividades físicas regularmente

Segundo estudo promovido pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2021, um em cada dois adultos não pratica atividades físicas de forma regular. Ao todo, 47% da população se encontra abaixo da média ideal de exercícios recomendada. Em relação aos homens, especificamente, a taxa de falta de atividade é de 40,4%. Em mulheres, 53,3%. O estudo foi realizado por meio de dados coletados nos últimos 15 anos. Na comparação com outros países, o Brasil mostra uma das piores taxas, ficando atrás dos Estados Unidos e do Reino Unido. Praticantes de atividade física do Brasil podem contar, por exemplo, com clínicas de fisioterapia, para darem suporte aos seus treinos.

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!