WhatsApp

Nove em cada 10 brasileiros consultam a internet antes de fazerem compras

Pesquisa ainda mostra que WhatsApp é o aplicativo mais usado por brasileiros que possuem smartphones

Conforme levantamento realizado pela Math Ads, empresa do ramo de gestão de mídias digitais, nove em cada 10 brasileiros realizam pesquisas na internet, antes de efetuarem uma compra. A pesquisa ainda mostra que 80% dos consumidores usam smartphones para decidir por uma compra, enquanto estão em uma loja. 

Segundo o diretor-executivo da Math Ads, Gabriel Nunes, o resultado reflete o fenômeno da transformação digital que ocorre atualmente e que não é mais possível as empresas oferecerem restritamente um atendimento e produtos de qualidade. “A identificação do consumidor é que vai impactar na decisão final. Daí a importância da performance de marca, que funciona como conexão entre a construção dessa marca e a conversão em resultados. Com a mensuração adequada, análise de dados e identificação do público, é possível atrair o usuário certo para o final do funil”, explica Nunes. 

Lista dos aplicativos mais usados por brasileiros

Com relação a smartphones, o levantamento “Panorama”, realizado em dezembro de 2021 pelo site Mobile Time, em parceria com a Opinion Box, mostrou que o WhatsApp é o aplicativo que os brasileiros mais abrem ao longo do dia. A pesquisa contou com a participação de 2.036 respondentes que possuem smartphones. A liderança do WhatsApp é alta: 54%. Na sequência, aparece o Instagram, com 15% e o Facebook, 7% – todos integram o grupo fundado por Mark Zuckerberg. Já na quarta posição, está o YouTube, 2%. Outros aplicativos somam 22%. 

Em relação aos aplicativos nos quais os brasileiros mais passam tempo ao longo do dia, a classificação se repete. Nesse caso, o WhatsApp domina a liderança, com 33%. Na sequência, o Instagram, com 27%; Facebook, com 10% e o YouTube, com 7%. Nessa classificação, os aplicativos de vídeo também têm espaço. O TikTok, por sua vez, aponta 3%; Kawai, 2% – semelhante ao Twitter. Outros aplicativos somam, juntos, 16%. 

A pesquisa também mostrou informações a respeito da existência dos aplicativos em smartphones. Nesse caso, o WhatsApp esteve presente em 54% deles – uma estabilidade, ante os 12 meses que antecederam. Já o Instagram (42%) e o Facebook (37%) retrocederam ante 2020, momento em que tiveram porcentagens em 45% e 43%, nessa ordem. Os aplicativos do Nubank (13%), YouTube (12%) e Uber (12%) tiveram estabilidade. Já o Telegram (11%) e o PicPay (10%) avançaram. 

Em relação aos bancos, especificamente, o aplicativo da Caixa (10%) caiu e o Banco do Brasil (9%) permaneceu na estabilidade. Importante ressaltar que a utilização desses aplicativos está relacionada a um sistema para provedor de internet. É necessário sempre estar atento a possíveis golpes que podem ocorrer ao usar essas plataformas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

COMPARTILHAR