CFC muda regras para emissão do registro profissional de técnicos em contabilidade

Profissionais da área formados em curso técnico até 2010 poderão emitir o registro da categoria sem necessitar do Exame de Suficiência

Entrou em vigor, no último dia 3 de janeiro, a Resolução nº 1.645/2021, do Conselho Federal de Contabilidade (CFC). Essa resolução permite que os profissionais que concluíram o curso técnico da categoria até 14 de junho de 2010 emitam o registro de classe sem a necessidade de aprovação no Exame de Suficiência. Para isso, no entanto, é exigido o cumprimento da carga horária mínima estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC).

O técnico contabilista elegível pode obter o documento diretamente no Conselho Regional de Contabilidade (CRC), com jurisdição no local do domicílio profissional, ou seja, onde exerce total ou parcialmente suas atividades. O direito foi concedido a trabalhadores autônomos, empregados, sócios de organizações contábeis (escritórios, contabilidade on-line e outros) e servidores públicos.

Segundo o vice-presidente de Registro do CFC, Carlos Henrique do Nascimento, os profissionais habilitados e que atendam a todos os requisitos da resolução já podem solicitar o documento. Assim que for aprovado o registro, será expedida a Carteira de Identidade Profissional, que possibilitará a inclusão do nome social do trabalhador, conforme as determinações da legislação federal.

Registro Originário e Registro Transferido

Uma das questões tratadas no novo texto é a diferença entre os registros originário e transferido. Como explica o CFC, o primeiro é fornecido pelo Conselho Regional responsável pelo domicílio profissional de um determinado técnico, enquanto o outro é concedido pelo CRC que cobre o novo domicílio profissional. Em casos como esse, o número de registro de origem tem acrescentada a letra “T”.

Pedido de Registro Originário

Para solicitar o Registro Originário, o interessado deve entregar requerimento ao CRC local, apresentando uma lista de documentos, tais como: comprovante de recolhimentos das taxas de registro, carteira de identidade profissional e anuidade, duas fotos 3×4, original e cópia do diploma do curso de técnico em Contabilidade, documento de identidade, CPF e comprovantes de regularidade com o serviço militar e de residência.

Pesquisa aponta áreas de finanças e contabilidade como destaques para 2022

Um levantamento da consultoria Robert Half, especializada em recrutamento e seleção, revelou que as áreas de finanças e contabilidade estão entre os destaques para o ano de 2022. No estudo, que está em sua 14ª edição, foram ouvidos 300 executivos de diferentes setores e avaliadas as atividades que estarão em alta ao longo do ano.

Além dessas duas categorias, completam a lista os serviços de engenharia, direito, mercado financeiro, recursos humanos, seguros, tecnologias e vendas e marketing. Nos segmentos de finanças e contabilidade, os profissionais mais procurados são os analistas plenos de fusões e aquisições/RI/tesouraria estruturada, gerentes de controladoria, coordenadores de planejamento/controladoria e contábeis/fiscais em nível sênior.

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!