A PMS informa que o turismo teve um crescimento de 80% do patamar pré-pandêmico

Outubro teve um registro de crescimento equivalente a 1% no setor de turismo se comparado ao mês de setembro de 2021

De acordo com uma publicação do Ministério do Turismo em dezembro, 2021 teve uma movimentação econômica ampliada no setor de atividades turísticas correspondente a 80% do crescimento que ocorreu em fevereiro de 2020.

Em outubro, a taxa de crescimento do Índice de Atividades Turísticas foi de 1% a mais que o mês de setembro. Com relação a outubro de 2020, o aumento foi de 26,9%, o que acarretou a sétima taxa positiva seguida durante o ano de 2021. Esse aumento gerou um acúmulo de 51,2% entre maio e outubro, consequentemente, aproximando-se do Índice de Atividades Turísticas pré-pandemia da Covid-19.

Algumas das razões para o impulsionamento da economia no setor de turismo foram devido ao setor de transporte aquaviário, representando 1,5% de aumento na receita, aos serviços de estalagem e aos serviços gastronômicos, que correspondem a um aumento de 2,5%.

As regiões que mais trouxeram ampliação da movimentação turística foram os estados do Espírito Santo, com 3,5%, o Ceará, com 2,2%, Minas Gerais, com o equivalente a um aumento de 1,8%, São Paulo, com 1,1%, Pernambuco, com 0,8%, e o estado do Rio Grande do Sul, com um alcance de 0,7%.

Sobre o volume regional do índice de atividade turística no ano até outubro, o Brasil fechou com aumento de 11%. Já as regiões que mantiveram a maior porcentagem do crescimento do volume de serviços foram Tocantins, com 17,8%, por ter muitas regiões conhecidas, como o Jalapão, por exemplo, seguido do Acre e Alagoas, com volume equivalente a 19,1%, e Roraima, com 21,6%.

As informações foram lançadas no dia 14 de dezembro de 2021 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), que divulga mensalmente informações sobre a movimentação econômica em diversos setores de serviços empresariais não financeiros.

Seguros de viagem mais do que dobram no 3º trimestre

Com o aumento do Índice de Atividades Turísticas, houve uma expansão na compra de seguros de viagem. Informações da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi) apontam que a solicitação de seguros ultrapassou a quantidade registrada no 3º trimestre do ano de 2020.

“Desde o início da pandemia, atuamos para proteger o setor e prepará-lo para esta retomada, com oferta de crédito, investimentos em infraestrutura turística e orientações sobre boas práticas de segurança”, declara Gilson Machado Neto, ministro do Turismo.

O crescimento no número de seguros no setor de turismo em porcentagem, de acordo com a FenaPrevi, foi equivalente a 116,4%. Se comparado ao mesmo período do ano passado, houve um aumento de 36,8% no 3º trimestre deste ano.

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!