Carimbos marcando texto plagiado, representando o que é plágio

O que é plágio e como identificá-lo em um texto?

Ao produzirmos um conteúdo, muitas vezes, pesquisamos referências de outros sites para complementar as informações e desenvolver um texto conciso e bem elaborado. Entretanto, há casos em que os redatores e produtores de conteúdo não se atentam ou mesmo agem de má-fé, copiando a produção alheia.

Portanto, nesta publicação, abordaremos o plágio: o que é, como identificar e como evitar que ocorra nas produções textuais. 

O que é plágio?

Segundo a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), é configurado plágio quando há a cópia de partes ou todo um texto de terceiros, de livros, artigos, pesquisas ou outros tipos de publicações, e o plagiador assina como se fosse autoral. Quando isso ocorre, o leitor interpreta a publicação como original e que o plagiador, na verdade, é o autor.

Outra forma que configura plágio é utilizar informações e descrever trechos de outras publicações e não informar o autor daquele nem a referência principal da produção do conteúdo, e o plagiador assina o texto. Essa ação acarretará, também, a ideia de que o texto é original, que ignora o fato de a obra ter sido plagiada.

A proibição do plágio está prescrita em lei, n.º 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, e é configurado para diversos tipos de produção além da escrita: cinematográfica, musical, artística, dentre outros que possuem direitos autorais. Além de na língua nativa, o plágio também se configura para produções em outros idiomas.

Como identificar o plágio na produção de conteúdo?

Para realizar a identificação de plágio nas produções de conteúdo, independentemente do tipo de conteúdo, é necessário fazer uma revisão de todas as informações contidas na produção antes de dar início à publicação.

A revisão e checagem de todas as informações reduzem a probabilidade de plágios e, consequentemente, ajudam a evitar dores de cabeça futuras no âmbito legal. Para essa revisão é possível utilizar ferramentas que auxiliem na pesquisa de plágios.

Dicas de ferramentas

As ferramentas que identificam o plágio executam uma pesquisa na internet de textos e produções parecidas com a nova produção, facilitando o trabalho do revisor. Confira algumas ferramentas gratuitas, que possuem especialização na busca de plágios em conteúdos:

  • Google;
  • Plagium;
  • Plagiarism Detector;
  • Grammarly;
  • DupliChecker.

Como evitar o plágio na produção de conteúdo

Para evitar que plágios ocorram durante a produção de conteúdo, algumas ações auxiliam:

  • Com base no briefing, um bom planejamento e referências adequadas e bem-fundamentadas para o processo de produção;
  • Ter uma compreensão abrangente sobre o tema que será produzido, para não ter a necessidade de copiar de outro autor;
  • Caso encontre publicações de alta qualidade, se deseja reproduzir dados e informações, deve-se referenciar a obra;
  • Uma ótima prática é inserir o link de referência durante a produção de um texto, por exemplo;
  • Quando se trata de apenas uma citação, inseri-la entre aspas e indicar quem escreveu o trecho.

Se você deseja produzir novos conteúdos para publicar em um divulgador de notícias para ter mais alcance nas suas publicações, navegue pelo nosso site e entre em contato!

Confira também: Redator o que faz