Levantamento aponta que e-commerce cresceu 18,5% na primeira semana de abril

A Covid-19 trouxe consigo o fechamento do comércio e um longo período de quarentena. O isolamento social causado pela pandemia tem impulsionado as compras via e-commerce, de acordo com dados da primeira semana de abril (entre 31 de março e 6 de abril). A Ebit|Nielsen, responsável pela pesquisa, indicou aumento de 18,5% nas vendas online em comparação com a semana anterior.

Na semana compreendida pela pesquisa, os produtos de maior giro foram das categorias: Casa e Decoração (23,5% de aumento); Informática (22,3%); Eletrodomésticos (21%); Eletrônicos (20,3%); e Telefonia (12%). Tais categorias representam quase 60% do crescimento total dentro do período analisado.

E-commerce facilita compras regulares durante a pandemia

As lojas online se tornaram a melhor forma de fazer compras durante o isolamento social, facilitando atividades diárias e aumentando a demanda por serviços via e-commerce. Além disso, a Páscoa também ajudou nos bons resultados para o comércio online, com aumento significativo em comparação a 2019.

De acordo com a Ebit|Nielsen, os pedidos pela internet aumentaram 322% entre 29 de março e 6 de abril deste ano em relação ao intervalo entre 7 e 20 de abril de 2019. A venda de ovos de Páscoa pela internet teve aumento de 360%, e o tíquete médio ficou 55% mais alto. Os consumidores também compraram mais chocolates em geral, com crescimento de quase 300% na comparação com o ano passado.

Prolongamento da quarentena deve continuar influenciando a expansão do e-commerce

Devido aos constantes prolongamentos da quarentena, acredita-se que a expansão das vendas pela internet deverá se manter. A cada semana, os produtos de giro mais rápido têm mostrado 21,7% de aumento nas compras via e-commerce, o que indica uma constante adaptação do consumidor, que está adotando cada vez mais a internet como meio de fazer compras simples, como as de supermercado e farmácia.

É preciso estar atento quanto à segurança durante compras online

A população tem se adaptado às compras pela internet de forma rápida devido ao período de isolamento social. Visto isso, é preciso que essa parcela de novos clientes online esteja atenta às questões de segurança na internet.

Escolher sites confiáveis

As compras virtuais devem ser feitas por sites confiáveis, da mesma forma que acontece em lojas físicas. A princípio, é possível optar por nomes já conhecidos e, com o passar do tempo, buscar indicações com quem já está mais habituado a comprar pela internet.

Certificar-se de que o site possui canais de atendimento

Conferir se o site oferece canais de atendimento é uma garantia de que a loja virtual é de confiança. Outros dados também devem estar explícitos para os clientes, como endereço, telefone, contato e CNPJ.

Não confiar em preços muito baixos

Oferecer preços muito baixos é uma forma apelativa que sites mal intencionados têm de atrair suas vítimas. No geral, produtos não variam muito de preço entre uma loja e outra, por isso, é preciso desconfiar da idoneidade de uma loja online que oferece valores muito abaixo do mercado.

Comprar cueca pela internet é sinônimo de segurança e praticidade durante a quarentena

Durante o isolamento social, homens, certamente, precisarão comprar cueca e outros itens de moda íntima masculina em loja de cueca pela internet. A Cueca Store é uma loja online totalmente segura e conta com as melhores marcas de cuecas do mercado. Além disso, pela Cueca Store é possível encontrar pijamas, sungas, meias e outros produtos para o público masculino.

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe um comentário