Vinhos portugueses seguem com reconhecimento e premiações internacionais

Portugal dedicou seu território e seu povo à produção de vinhos. Com uma tradição de mais de 1500 anos de cultura, o pequeno país da Península Ibérica vem consolidando sua posição como um dos mais importantes produtores de vinhos do mundo.

Atualmente, a qualidade dos vinhos portugueses é reconhecida mundialmente. Portugal, em sua história recente, tem investido muito na vitivinicultura, sua grande vocação. Unindo o valor dos métodos tradicionais com a mais relevante tecnologia do setor, os vinhos portugueses alcançaram níveis de qualidade que têm conquistado o paladar de consumidores nos quatro cantos do mundo.

Além da tradição portuguesa, a produção de vinhos em Portugal conta com fatores naturais extraordinários. Dono de um terroir que combina o clima de lindas montanhas, brisas que vêm do Atlântico e do Mediterrâneo, combinações de solos com qualidades únicas e a irrigação natural de uma hidrografia privilegiada. Esse ambiente é o grande aliado do cultivo de mais de 280 uvas autóctones, além da adaptação de inúmeras outras uvas viníferas.

O resultado da combinação desses elementos humanos e naturais é visto na produção de vinhos extremamente aromáticos, com sabores inconfundíveis e que, cada vez mais, têm recebido o reconhecimento de especialistas de todo o mundo, premiações importantes e o consequente crescimento de suas exportações.

Os prêmios internacionais

Nos últimos dois anos, tão certa quanto a participação de Portugal nas mais importantes mostras e concursos internacionais de vinhos, é a certeza de que as vinícolas das terras de Camões receberam vários dos principais prêmios em disputa.

Portugal foi o grande destaque na 20ª Mundus Vini, uma das mais importantes premiações de vinhos do mundo, organizada com o apoio da International Organization of Vine and Wine (OIV) e da Union Internationale des Oenologues (UIOE), evento que reúne produtores de 44 países. Dos produtores portugueses, mais de 300 vinhos foram premiados: 10 rótulos receberam o grande ouro, 133 vinhos receberam medalha de ouro, e outros 159, medalha de prata.

Na edição da Bacchus de 2018, que aconteceu em Madrid, os vinhos portugueses receberam comendas em 30 de seus rótulos das regiões viticultoras mais celebradas. Entre todos os vinhos premiados, Portugal conquistou, ao todo, doze medalhas de Ouro e dezesseis medalhas de Prata.

Já na célebre Sommelier Wine Awards também do ano de 2018, os especialistas britânicos em vinho premiaram diversos rótulos portugueses: o Vinho Tinto 2017, da Península de Setúbal Terras do Sado recebeu o troféu Red House Wine of the Year. Os vinhos da Península de Setúbal receberam outras duas medalhas de ouro, uma para o Adega de Pegões, Touriga Nacional, Tinto, 2015, da Adega de Pegões e outra para o Terras do Pó, Tinto, 2016, da Casa Ermelinda Freitas. Além desses, inúmeros outros importantes produtores portugueses receberam comendas de medalhas de prata e de bronze.

Portugal na International Wine Challenge 2019

O International Wine Challenge, um dos mais importantes concursos de vinicultura do mundo, acontece anualmente em Londres, com a participação dos mais celebrados produtores de vinhos do Mundo.

Os produtores que participam do certame são avaliados por especialistas internacionais de diversos setores da enocultura: traders, sommeliers, enólogos e jornalistas.

A 36ª edição do International Wine Challenge teve a participação de 42 países e mais de 2.000 rótulos, com o objetivo de premiar os melhores vinhos do mundo em cada categoria participante. Portugal recebeu premiação em 13 de seus rótulos, representando suas regiões viticultoras mais celebradas.

Entre os premiados, vale destacar especialmente: a merecida medalha de ouro foi para o “Coutada Velha Signature Tinto Regional Alentejano, 2017”, um blend tinto excepcional, produzido com uvas Aragonês, Trincadeira e Cabernet Sauvignon, do Monte da Ravasqueira.

Levaram medalhas de prata para a região dos Vinhos Verdes o “Albenaz Jardim Secreto Alvarinho Premium Branco DOC Vinho Verde, 2017”. Já para a região de Setúbal, aqueles que levaram a premiação foram o “Contemporal Tinto Regional Península de Setúbal, 2016” e o “Contemporal Moscatel Roxo de Setúbal, 2011”.

O melhor vinho do mundo

Todas essas conquistas servem para reafirmar a qualidade dos vinhos portugueses. Seus aromas, seus sabores, a estrutura de seus tintos, o frescor dos brancos, a tradição dos fortificados, entre diversas outras características marcantes, fazem com que sejam vinhos para todos os paladares.

Para comprar vinhos diretamente de Portugal, aproveite a praticidade oferecida pela loja de vinhos da Eno Gourmet Premium. São dezenas de rótulos de qualidade, DOC, Reservas, Premiados e com a garantia de procedência.

Deixe uma resposta