Segundo pesquisa, 28% dos consumidores devem aproveitar a Black Friday para adiantar as compras de Natal

Pouco mais de um quarto dos consumidores da Black Friday 2020 vai aproveitar as promoções da data para antecipar as compras de Natal. É o que aponta o levantamento feito pela Social Miner, empresa especializada em dados e Inteligência Artificial, em parceria com a desenvolvedora de pesquisa de mercado Opinion Box e com o apoio da agência de Marketing All iN.

Segundo o estudo, 63% dos entrevistados pretendem usufruir dos preços especiais da campanha, 18% ainda não sabem se vão participar, 11% já vêm aproveitando as ofertas ao longo do mês e 8% dizem que não comprarão nada na edição deste ano.

Entre os principais motivos para comprar na Black Friday, os consumidores elencaram adquirir: itens de necessidade (58%), objetos de desejo (50%), compras de Natal (28%), produtos para a nova rotina (23%), nova versão de itens que já possuem (21%), coisas interessantes fora do planejamento (17%), entretenimento familiar (16%) e estocagem de produtos de uso recorrente (9%).

Quanto ao período em que o consumidor pretende aproveitar as ofertas da data comercial, 31% revelaram ir às compras antes do evento, 45%, apenas no dia 27 de novembro (data oficial) e 24% não souberam responder. Esses dados são referentes a 81% das pessoas que pretendem ou ainda não sabem se vão aproveitar as ofertas deste ano.

E quem não vai comprar?

A mesma pesquisa ainda aponta que cerca de metade das pessoas (51%) que não vão consumir nada na Black Friday optou por economizar ou não pode gastar dinheiro no momento. Um número que chama bastante atenção são os 30% que dizem não confiar nas promoções. Além disso, 20% afirmam não precisar de nada e 6% preferem esperar as ofertas de fim de ano (sendo 25% das classes A e B).

Entre as mulheres que vão passar a data em branco, 59% estão guardando dinheiro ou não têm condições de investir em compras agora. Já entre os homens, 43% decidiram não abrir o bolso ou estão passando por um período financeiro mais delicado.

Os produtos mais desejados

Quando o assunto é o que comprar na Black Friday, a variedade de produtos é enorme. Segundo a pesquisa, entre os itens que mais aparecem na lista de desejo dos consumidores, estão:

  • Eletrodomésticos e eletroportáteis (51%);
  • Eletrônicos (51%);
  • Moda e acessórios (38%);
  • Informática (31%);
  • Móveis e decoração (29%);
  • Saúde e beleza (28%);
  • Telefonia (23%);
  • Supermercado e hortifruti (17%);
  • Livraria (16%);
  • Viagem (14%);
  • Bebês (8%);
  • Bebidas (8%);
  • Outros (4%).

Berços e móveis para crianças

Para quem tem filho pequeno e precisa renovar ou adquirir móveis e produtos infantis, a Black Friday pode ser uma grande oportunidade para encontrar ofertas. Porém, na hora de realizar uma compra, o consumidor deve se atentar à confiabilidade do site, priorizando empresas que oferecem segurança nas operações e produtos de qualidade.

Uma delas é a TulipaBaby, uma loja de móveis para bebê e itens exclusivos para recém-nascidos e crianças pequenas. A loja possui uma linha completa de produtos que inclui enxovais, decoração, acessórios para mamães e móveis, como o Berço Evolutivo Kaike 3 em 1 (miniberço, berço e minicama), que acompanha o crescimento do bebê durante os cinco primeiros anos de vida.

Preocupada em garantir a integridade e o bem-estar dos pequenos, a empresa oferece produtos seguros, respaldando-se na norma europeia EN-716 e nas normas nacionais da ISO 9001 e ABNT para berços.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!