O mercado automotivo com bons resultados no ano passado

O mercado de automóveis costuma ser bem movimentado, e é justamente isso que aconteceu no ano de 2018, inclusive para a venda de carros seminovos e usados, conforme afirmou a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

De acordo com a Fenabrave, foram comercializados 9,75 milhões de veículos seminovos e usados, número que excedeu em aproximadamente 20% a venda de carros novos.

Vamos entender melhor como essa situação se desenrolou, bem como os modelos mais vendidos e qual é o cenário estimado para 2019.

Por que os seminovos e usados venderam mais que os novos?

Porque eles reúnem características interessantes para os compradores, em especial quando o assunto é o preço, que costuma ser consideravelmente menor do que aquele referente a um carro novo.

Quando se analisa a curva de depreciação de um carro, que é a variação de seu valor de mercado com o passar do tempo, é possível perceber que os primeiros anos são aqueles em que essa queda é mais brusca, já que, em tese, o motivo que  o torna mais caro (ser novo) deixa de existir.

Essa depreciação varia de acordo com cada carro, mas é inegável que ela exista. Segundo estimativas, assim que o veículo sai da concessionária, seu valor de mercado pode cair sensíveis 20%, o que é um valor considerável.

Uma depreciação intensa ainda se observa nos dois anos seguintes de vida do carro. A partir do quarto ano, a queda tende a se estabilizar. Isso ajuda a entender porque os veículos seminovos (entre outros critérios, com até 3 anos de uso) são boas oportunidades.

Quais foram os carros seminovos e usados mais vendidos em 2018?

A lista traz veículos muito conhecidos pelos brasileiros. Confira quais foram eles:

  1. Volkswagen Gol;
  2. Fiat Palio;
  3. Fiat Uno;
  4. Chevrolet Celta;
  5. Volkswagen Fox;
  6. Fiat Strada;
  7. Ford Fiesta;
  8. Chevrolet Corsa;
  9. Fiat Siena;
  10. Toyota Corolla.

É interessante também notar que, com exceção do Fiat Strada e do Toyota Corolla, os demais automóveis podem ser considerados como populares e, logo, têm preços mais acessíveis, o que também pode variar de acordo com ano, modelo, quilometragem e opcionais.

Quais são as estimativas para 2019?

O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) acredita que essa indústria deve desacelerar um pouco, tanto em termos de vendas, quanto no que diz respeito à produção.

Isso pode acontecer pelo fato de que a Argentina, principal mercado externo da indústria automobilística, está enfrentando uma crise econômica, o que reduziu o volume de vendas.

Ainda assim, devem ser vendidos muitos automóveis neste ano, o que, por consequência, também movimenta o mercado de acessórios, como o som automotivo, capaz de fazer com que a experiência ao dirigir seja ainda melhor, mais confortável e personalizada para o motorista e os passageiros.

Um estudo da Roland Berger chamado de “Novas tecnologias e tendências no mercado brasileiro de reposição” mostrou que a parcela de som e acessórios foi estimada a movimentar R$2,2 bilhões, 6,5% de todo o mercado de reposição.

Se você deseja investir em uma caixa trio Tornado, também chamada de caixa trio JBL, entre outros acessórios e equipamentos de som automotivo de alta qualidade, conte com a ViniSound! Trata-se de uma loja online que oferece o que há de melhor para os seus projetos, tudo isso com condições de pagamento que cabem no seu orçamento e a praticidade de receber em sua casa. Assim, dirigir será um momento ainda mais divertido e personalizado de acordo com suas preferências!

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta