Em meio às variações do mercado, vendas de veículos seminovos caem no país

A Federação dos Revendedores de Usados (Fenauto) divulgou que a venda de veículos seminovos, que são aqueles com até 3 anos de uso, teve uma queda de 12,5% no primeiro semestre de 2019 quando comparada ao mesmo período de 2018.

Esse é um número interessante, já que pode impactar no mercado de automóveis de uma série de maneiras diferentes, inclusive com consequências que não são comuns para seu comportamento.

Entenda por que isso aconteceu e quais são os impactos que o setor está sujeito a passar.

Por que a venda de automóveis seminovos caiu?

Devido à crise econômica que se instaurou no país, o que fez com que os automóveis seminovos tivessem um aumento considerável em seus preços, o que é bem curioso.

Como a venda de veículos novos caiu entre os anos de 2015 e 2017, a oferta de automóveis seminovos diminuiu. O volume de venda de carros usados, sem contar as motos, foi de 5,42 milhões de unidades, uma alta de 0,39%, o que o manteve estável.

No segmento de seminovos, foi possível observar uma redução nas vendas quando em comparação com o primeiro semestre de 2018. Logo, quem adquiriu um carro nos três últimos anos poderá perceber uma valorização real de seu veículo caso queira vendê-lo.

Como o número de unidades diminuiu, a famosa lei da oferta e procura entrou em ação e fez com que os preços subissem. Isso, por sua vez, resultou em uma queda na venda de seminovos.

De acordo com a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), foram vendidas 2,74 milhões de unidades de veículos usados de 4 a 8 anos entre janeiro e junho, número 0,6% maior que em 2018.

Aqueles com 13 anos ou mais aparecem em segundo lugar na lista, com 1,55 milhões de unidades vendidas, aumento de 4% em relação ao ano anterior. Já em relação aos carros de 9 a 12 anos, o número foi de 1,34 milhão de unidades, 11,3% a mais do que no ano de 2018.

Movimento reflete na aquisição de carros novos

Como os seminovos tiveram um aumento de seu preço, os consumidores passaram a olhar de maneira diferente para os veículos novos, já que a diferença de preço não era mais tão grande, além dos benefícios de se comprar um novo automóvel, como garantia, segurança e desempenho.

Isso também está relacionado ao fato de que os consumidores desejam investir no que há de melhor no setor automotivo, o que não diz respeito apenas aos veículos propriamente ditos, mas também inclui seus acessórios, entre os quais o sistema de som se destaca.

Este mercado, inclusive, movimenta aproximadamente R$2,2 bilhões anuais de acordo com o estudo “Novas tecnologias e tendências no mercado brasileiro de reposição”, o que significa que sua procura é bem alta por parte do público.

Por influenciar diretamente na experiência obtida pelos clientes, vale a pena optar por equipamentos e acessórios adquiridos separadamente, dada a qualidade limitada dos sistemas originais de som automotivo.A ViniSound é a empresa ideal para você adquirir sua caixa trio Tornado, também chamada de caixa trio JBL, bem como vários outros equipamentos e acessórios para o sistema de som automotivo oferecidos pelos melhores fabricantes do mercado e com um excelente custo-benefício, sendo capazes de superar as expectativas.

Por meio de divulgador de notícias é possível publicar releases de forma eficiente

Por meio do Universo de Negócios, divulgador de notícias, é possível publicar releases de forma prática e eficaz, para atingir o público-alvo e tratar de assuntos de diversas esferas, como comércio, indústria, notícia, economia, entre outras.
Navegue pelo site para saber mais informações sobre o divulgador de notícias.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *