Tratamento de acupuntura contribui para a fertilidade feminina

Segundo trabalhos científicos, a acupuntura tem a capacidade de aumentar de 15% a 20% as chances de uma possível gravidez

A acupuntura tem sido cada vez mais usada no tratamento de doenças e distúrbios ginecológicos, assim como em questões relacionadas à menstruação e à menopausa. Além disso, há o uso abundante de técnicas de acupuntura para fertilidade. 

A menstruação é influenciada pela acupuntura, a qual melhora o fluxo de sangue para o útero e os ovários, fazendo com que o endométrio esteja pronto para o embrião. Nesse sentido, já que a acupuntura para fertilidade tem mostrado bons resultados, a Sociedade Brasileira de Reprodução Humana (SBRH) reconheceu a prática como um tratamento complementar indicado para melhorar a infertilidade, ligada às técnicas de reprodução assistida, contando com um capítulo no Tratado de Reprodução Assistida desde 2011.

Trabalhos científicos

De acordo com alguns trabalhos científicos, a acupuntura tem a capacidade de aumentar de 15% a 20% as chances de uma possível gravidez. Em 2002, Paulus et al apresentou o crescimento na taxa de gravidez após procedimento de acupuntura de 26% para 42%. Diertele et al, Smith et al e Westergaard et al, em 2006, apresentaram um crescimento na taxa de gravidez, após o procedimento, de 15% para 43%, de 22% para 30% e de 21% para 35%, respectivamente. 

Além disso, em 2007, Teshima, Washington, com um trabalho nos anais do congresso da ASRM, mostrou a experiência de três anos no tratamento de infertilidade realizado no Brasil, apresentando uma melhora de 37% para 51% na associação da acupuntura aos ciclos de FIV no dia em que é realizada a transferência de embriões. Em 2008, Manheimer, com a metanálise com sete estudos e 1366 pacientes, apresentou o crescimento das taxas de gestão clínica (OR 1,65), gravidez viável (OR1,87) e nascidos vivos (OR 1,91).

Efeitos da acupuntura

Entre os efeitos da acupuntura para fertilidade, podem ser citados o crescimento do fluxo sanguíneo na área do útero e ovários, a liberação de neurotransmissor (β-endorfina) e neuropeptídeos (presentes no hipotálamo, medula, ovários e hipófise), regularização de ciclos pela atividade no eixo hipotálamo-hipófise-ovário – o estresse impacta a ovulação, inibindo-a, em certos casos – e diminuição do estresse pela liberação de substâncias específicas.

Além disso, ainda podem ser reconhecidos como benefícios da acupuntura a redução de efeitos colaterais causados pelas medicações da FIV – como ganho de peso, inchaço, irritabilidade, dor de cabeça e mal-estar –, melhora na qualidade dos óvulos usados no ciclo e da nidação (implantação na parede do útero) e desenvolvimento embrionário após a transferência. No trabalho de acupuntura para fertilidade, recomenda-se que o tratamento usando agulhas comece antes da fertilização, para que o estado integral do corpo melhore, sempre com o acompanhamento de um médico.

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!