Investimentos de Jundiaí na primeira infância ganham destaque internacional

O município ainda elaborou o Plano Municipal da Primeira Infância (PMPI)

Os investimentos da cidade de Jundiaí na primeira infância, por meio do programa Cidade das Crianças, foram abordados em evento internacional de lançamento da edição deste ano do Early Childhood Matters. A apresentação da temática foi realizada pelo prefeito da cidade, Luiz Fernando Machado. Já o evento foi realizado no dia 2 de dezembro. 

“Em nossa cidade, levamos muito a sério a convivência da criança em áreas verdes, em contato com a natureza, e isso vai ao encontro de investimentos que fizemos nos últimos anos, como a construção do Mundo das Crianças e o modelo do desemparedamento das escolas”, diz o prefeito. “Cidade desenvolvida é aquela que cresce com sustentabilidade, pensando na infância. Cidade boa para a criança é boa para todos”, acrescenta. 

Na edição deste ano, além de temas que perpassam a primeira infância, o jornal abordou ainda a crise climática e outros pontos que foram discutidos na COP 26, em Glasgow, há pouco tempo. “A edição de 2021 foi planejada para criar uma ponte para a conversa entre líderes, especialistas e ativistas que trabalham com clima e a primeira infância”, aponta a diretora-executiva da Bernard van Leer Foundation, Cecilia Jones. “Artigos de todo o mundo demonstram o que está em jogo para os bebês nascidos hoje se deixarmos de agir, mas também o que é possível quando adotamos uma abordagem coletiva e intersetorial.”

Plano Municipal da Primeira Infância 

Ainda sobre o tema da primeira infância, a cidade de Jundiaí também elaborou, de forma intersetorial, o Plano Municipal da Primeira Infância (PMPI). A iniciativa é um compilado de compromissos assumidos pela prefeitura da cidade com as crianças locais, realizando atividades e projetos conectados pelo programa Cidade das Crianças.

O plano possui 106 ações e foi realizado pelo Grupo de Trabalho (GT) Criança na Cidade, da prefeitura, do qual fazem parte os representantes de várias unidades de gestão ligadas à estruturação da política pública. Além disso, o plano ainda teve a participação de consultorias de órgãos de renome no setor, como a Fundação Bernard van Leer, responsável pela Rede Urban95 – da qual a cidade de Jundiaí é signatária. 

O município integra a rede latino-americana Cidade das Crianças e conta com várias iniciativas já em desenvolvimento, com ações diretas na política da infância, como o Mundo das Crianças, investimentos na Escola Inovadora e avanços nos números de saúde de crianças.

Na cidade, a política para criança é trabalhada de forma intersetorial, abordando pontos essenciais, como a previsão orçamentária no Plano Plurianual do Município (PPA) e diretrizes de governança, para que as estratégias pensadas sejam, de fato, feitas. Em relação à questão socioassistencial, o PMPI também busca garantir os direitos de crianças e adolescentes, assim como proteger contra possíveis violações e violências. 

O plano é válido por 10 anos e tem como foco crianças de zero a seis anos, os seus cuidadores, gestantes e sociedade de forma geral. Um dos objetivos centrais é a implantação de prontuário integrado da primeira infância, unindo indicadores e alertas em determinadas vertentes, como saúde e educação, por exemplo.

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!