IDC prevê 9,4% de crescimento em investimentos em TI na América Latina neste ano

Um dos motivos do avanço é a área de TI ser um motor econômico

De acordo com a International Data Corporation (IDC), consultoria especializada na área de TI que pode vir a lidar com o DBA remoto, neste ano, o crescimento dos investimentos em Tecnologia da Informação (TI) estará em torno de 9,4% no mercado corporativo – exceto o mercado consumidor. Ressalta-se que, mesmo com a pandemia da Covid-19, o mercado da América Latina em TI avançou 8,5% em 2021. 

O vice-presidente do Grupo IDC para a América Latina, Ricardo Villate, aponta que o desenvolvimento se deu pela indústria de TI ser um motor para a economia e oferecer base a outras verticais para que se alterassem e avançassem em processos de negócios. “Para 2022, esperamos um aumento continuado nos gastos com TI, com um crescimento médio de 9,4%, à medida que as tecnologias permitiram, modificaram e aceleraram a dinâmica de continuidade dos negócios”, diz.

Ainda de acordo com o vice-presidente da IDC, um exemplo seria o e-commerce, que cresceu entre 10 e 15% nas categorias de forma geral, mostrando que os meios de pagamento móvel chegaram a patamares acima de 50% da população latino-americana. Outro exemplo é o modo de trabalho após a pandemia da Covid-19, que se tornou remoto e permanente em, pelo menos, 40% das corporações. De acordo com a IDC, até 2024, 1/3 das grandes empresas estarão em parceria de compartilhamento de dados com partes de interesse externo por meio de ambientes seguros para crescer a interdependência e preservar dados. 

“A pandemia de COVID-19 mostrou que as organizações que estavam no caminho para tornarem seus negócios digitais estão sobrevivendo muito melhor, mesmo sob pressão. O sucesso não se baseia mais em imaginar como será o futuro ou na luta para se adaptar a interrupções imediatas, e, sim, em inovação contínua como resposta aos desafios e oportunidades de cada momento. Por outro lado, os gestores perceberam que a inovação não é apenas interna; eles precisam estendê-la aos seus ecossistemas, incluindo parceiros de negócio”, aponta Villate.

Especialistas em TI recebem 84% mais convites de outras empresas

Ainda sobre a área de TI, segundo a pesquisa “FEEx – FIA Employee Experience”, os profissionais de TI são os mais procurados por empresas, refletindo o crescimento exponencial do setor tecnológico, essencialmente por conta da transformação digital. A pesquisa mostra que os profissionais do setor recebem 84% mais convites para integrarem processos seletivos em comparação com a média geral de profissionais. A pesquisa ouviu 290 empresas e mais de 180 mil colaboradores. Desse número, 33 instituições são do setor tecnológico. 

A análise mostrou também que as razões centrais para a entrada de profissionais de TI nas empresas são: a identificação com a proposta de atividades do cargo (+73% acima da média do mercado de trabalho), chances de aprender (+56%) e consonância com os valores da organização (+44%).

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!