Financiamento para energia solar torna-se opção entre consumidores

Linhas de crédito permitem o financiamento de projetos fotovoltaicos, tornando-os mais acessíveis 

Referindo-se à energia cuja fonte é o sol, a energia solar tem se expandido em diversos setores da sociedade, sobretudo por seu caráter totalmente renovável, limpo e econômico, trazendo benefícios para quem a utiliza. Essa fonte alternativa pode ser utilizada de forma térmica ou fotovoltaica.

No meio fotovoltaico, o seu funcionamento ocorre por meio da captação da luz solar pelos painéis solares, também conhecidos como módulos fotovoltaicos, produzindo a energia. Então, a energia é transportada ao inversor solar, responsável por converter a corrente contínua em alternada, deixando-a própria para ser usada na rede elétrica local. 

Em relação à economia proporcionada pela instalação dessa fonte alternativa, de acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), residências, comércios, indústrias e propriedades rurais podem obter até 95% de redução nos gastos com as contas de luz. Visando trazer maior acessibilidade aos projetos fotovoltaicos, diversas instituições oferecem financiamento para energia solar, uma vez que o custo inicial de instalação costuma ser alto. 

Características do financiamento para energia solar 

Consistindo em uma linha de crédito específica para a instalação de sistemas fotovoltaicos, o financiamento para energia solar torna possível o pagamento do investimento por meio de parcelas mais baratas. 

Com o financiamento, recebe-se o auxílio necessário para todo o processo, garantido o kit de energia solar: conjunto de equipamentos composto por uma caixa de junção, responsável por proteger as placas solares contra danos elétricos e permitir desligar ou ligar o sistema; painéis solares, que absorvem a luz do sol e transformam em energia; e inversor fotovoltaico interativo, que transforma a energia gerada pelos painéis no mesmo tipo de eletricidade da rede elétrica. No geral, a instalação do kit requer algumas etapas que podem ser realizadas em poucos dias com a ajuda do financiamento para energia solar. 

Em primeiro lugar, para a contratação do financiamento, é necessário fazer um orçamento em uma empresa especializada. Depois disso, é feita uma visita técnica no imóvel escolhido, que culminará na análise do local e na elaboração de um projeto solar sob medida. 

Poucas são as condições de pagamento: deve-se ter mais de 18 anos e possuir crédito aprovado. Seguindo essas diretrizes, após a realização da visita técnica, o consumidor preencherá alguns dados que serão examinados pela empresa. Assim, parte-se para a etapa de espera do recebimento do equipamento e da instalação. 

As diversas linhas de financiamento possuem características e vantagens específicas, como as incluídas na linha Financiamento para Energia Solar BV, oferecida exclusivamente pela plataforma Meu Financiamento Solar. Entre os principais aspectos está a cobertura de até 100% do projeto, com baixas taxas de juros.

O cliente também poderá optar por dar entrada no financiamento. Entretanto, o pagamento deve ser feito diretamente à empresa de instalação ou ao fornecedor do equipamento, diminuindo o preço total. Também é possível antecipar ou quitar parcelas do financiamento, visto que ele segue o modelo CDC, ou seja, permite o pagamento antecipado, liquidação, entre outros métodos. 

Além disso, o Meu Financiamento Solar conta com uma plataforma de simulação de crédito. Desse modo, ao preencher alguns dados pessoais e informações – como o nome da concessionária de energia, gasto mensal com a conta de luz e renda mensal –, obtém-se o valor aproximado do custo total do financiamento. Observa-se, portanto, que os financiamentos para energia solar contribuíram para a expansão do uso dessa fonte renovável, presente em cada vez mais lugares.

Tem vontade de trabalhar com energia solar? Veja como abrir uma franquia de energia solar.

cuecas masculinas

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!