Estudo aponta recorde de abertura de pequenas empresas no 1º semestre de 2021

MEIs possuem um crescimento de 35% indo de 1,2 milhão para 1,6 milhão de empreendimentos formalizados

De acordo com levantamento realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o volume de abertura de micro e pequenas empresas e de Microempreendedores Individuais (MEI) durante o primeiro semestre deste ano foi o maior desde 2015. O levantamento tem como referência dados da Receita Federal. Nos seis primeiros meses de 2021, 2,1 milhões de empreendimentos dessas três categorias foram abertos, sendo 35% a mais do que o apontado no mesmo período do ano anterior e quase o dobro de 2015. 

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, afirma que o aumento no volume de empresas no primeiro semestre do ano confirma o fato de que o empreendedorismo está sendo encarado como uma alternativa de renda para brasileiros que perderam emprego e também para outras situações, como a realização de um sonho, por exemplo, apesar do cenário atual. “O Sebrae tem trabalhado cada vez mais para dar visibilidade e apoiar milhões de brasileiros que estão buscando criar seus próprios negócios, pois sabemos que a saída para a retomada da economia e da geração de empregos passa – necessariamente – pelas micro e pequenas empresas e pelos Microempreendedores Individuais”, aponta.

“O levantamento também constatou que, entre o primeiro semestre de 2021 e o mesmo período do ano passado, houve crescimento tanto no número de Microempreendedores Individuais (MEI) quanto no número de micro e pequenas empresas”, acrescenta Melles.

Crescimento entre os segmentos

Ainda de acordo com o estudo, a expansão mais significativa foi entre as microempresas, que passaram de 267,1 mil para 390,4 mil, uma alta de 46%, apesar de não serem a maioria. Em relação ao MEI, o crescimento foi de 35%, indo de 1,2 milhão para 1,6 milhão de empreendimentos formalizados no período analisado. 

Em relação às empresas de pequeno porte, o aumento foi de 26%. Durante o primeiro semestre deste ano, 84,6 mil empresas foram abertas; em 2020, o total foi de 67,2 mil. O fenômeno é menor apenas que o observado no mesmo período de 2016, momento em que foram formalizadas 88,8 milhões de empresas desse segmento.

Sebrae aponta dicas de como abrir um negócio 

O retorno, ao abrir um negócio, é um dos pontos mais desejados por empreendedores. O Sebrae de Minas Gerais aponta que uma das dicas é ter planejamento utilizando a razão e se baseando em informações estruturadas. Além disso, a entidade ainda recomenda a utilização do Plano de Negócios, ferramenta que pode ajudar na construção de uma empresa.
Também é recomendado ter uma boa visão sobre os impostos a serem pagos, ter conhecimento no ramo de atividade, pesquisar o local de instalação, conhecer a legislação e o mercado, assim como cuidar das finanças. Para além das dicas do Sebrae, também ressalta-se a importância de se contar com uma contabilidade para MEI, já disponível no formato de contabilidade on-line.

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!