Venda de alimentos e delivery de supermercados crescem em tempos de crise no País

A quarentena imposta pela ascensão do novo coronavírus fez com o que consumidor brasileiro tivesse que se adaptar para comprar alimentos e produtos de supermercado. A rotina de compras, em grande parte, migrou para o ambiente online, e já se pode observar mudanças significativas no comportamento dos clientes.

Compras online em supermercados crescem quase 100% durante a pandemia

A Ebit|Nielsen, em uma pesquisa realizada entre os dias 19 e 25 de março, constatou que houve crescimento de quase 100% em compras de supermercado online, o que fez com que a participação de mercados no ambiente digital subisse de 4% para 7%. No total, o comércio digital aumentou 13%.

Os números de downloads de aplicativos de comida cresceram 78% entre 17 de março e 13 de abril de 2020, enquanto os aplicativos de Lifestyle aumentaram em quase 20% os números de instalações e 44%, os de uso. Isso indica que as pessoas em isolamento social estão buscando formas de realizar compras sem ter que sair de casa e garantir mais qualidade de vida, por meio de exercícios físicos, meditação, yoga, entre outras atividades envolvendo Lifestyle.

Desempenho de supermercados pode melhorar

Como visto, a participação de supermercados no e-commerce ainda tem índice pequeno, mesmo que tenha aumentado de forma expressiva durante o período compreendido pela pesquisa.

A consultoria Kantar realizou pesquisa no Brasil, indicando que a procura pelo varejo online no segmento de supermercados pode melhorar. O estudo informa que 78% dos entrevistados ainda preferem sair de casa para fazer compras. Isso se explica porque gerações mais velhas, principalmente, acabam indo pessoalmente ao supermercado, já que estão acostumadas com a experiência de escolher, ler rótulos e tocar os alimentos antes de comprá-los.

Isso significa que, para grande parte da população, ir ao supermercado é prazeroso. Ainda que a pandemia tenha forçado uma maior interação com o comércio eletrônico, a satisfação de ir até a loja acaba não sendo substituída.

Por outro lado, as pessoas mais novas não fazem tanta questão da interação física e estão se habituando mais rapidamente às compras de mercado no e-commerce.

“Novo normal” mudará cenário para supermercados no pós-pandemia

As mudanças causadas pela covid-19 vão acelerar o desenvolvimento de supermercados no e-commerce, o que deverá permanecer para consumidores e empresas após o término da pandemia. Isso significa que, futuramente, tanto população como empresas estarão envolvidas pelo varejo online. Para isso, é preciso que os supermercados facilitem o processo de compras, otimizando entregas e garantindo que o pedido entregue seja fiel ao que o cliente requisitou.

Brownie de chocolate, bolos e outras delícias estão disponíveis para compra pela internet

A tecnologia para comercialização de produtos online existe há bastante tempo, mas os supermercados não estavam atentos quanto à necessidade de se investir no e-commerce. Agora, essas empresas estão compreendendo a importância do comércio eletrônico e do gerenciamento de vendas pela internet.

Hoje em dia, é possível encontrar brownie de chocolate pela internet, assim como bolos de diversos sabores e fludens, como é o caso dos produtos da Fin’Arte, que são feitos de forma artesanal e são enviados para todo o Brasil, com toda a qualidade e respeito ao cliente.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!