Segundo estudo, consumo de frutas e hortaliças cresce no País

Uma pesquisa, divulgada pelo Ministério da Saúde (intitulada “Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico Brasil 2019”), observou que o consumo de frutas e hortaliças em quantidade mais adequada (ou seja, cinco porções por dia em, pelo menos, cinco dias da semana) subiu de 20%, em 2018, para 22,9%, em 2019. O hábito foi mais bem incorporado pelas mulheres, sendo que elas representam 26,8% do total de brasileiros que se alimenta bem, contra 18,4% dos homens.

O estudo foi realizado por telefone, com homens e mulheres acima de 18 anos, de todos os estados brasileiros, e levou em consideração a resposta de 52.443 pessoas ao longo de todo o ano de 2019.

Fatores como idade e escolaridade influenciam o consumo de frutas e hortaliças

No estudo divulgado pelo Ministério da Saúde, há dados que indicam o alto consumo de frutas e hortaliças como tendo relação com variáveis como idade e escolaridade. Pessoas mais velhas e de alto nível de escolaridade tendem a se alimentar melhor.

Apenas 19% das pessoas com 18 a 24 anos consomem frutas e hortaliças, de acordo com a frequência estipulada, enquanto idosos com 65 anos que possuem o mesmo hábito passam dos 26%. Com relação à escolaridade, os entrevistados que completaram até oito anos de estudo são 19% dos que ingerem frutas e hortaliças na quantidade recomendada, enquanto o percentual entre aqueles com 12 anos ou mais de estudo chegou a 29,5%.

Alimentação do brasileiro está melhorando

Em geral, a alimentação do brasileiro está melhorando, alimentos como verduras, hortaliças e frutas (ou seja, não processados) já fazem parte dos hábitos de consumo de quase 30% da população entrevistada. Entre eles, 27% dos homens e mais de 32% das mulheres consumiram cinco ou mais porções de legumes ou frutas até o momento em que a pesquisa foi realizada. Assim como já havia sido observado, o nível de comprometimento com uma alimentação mais saudável é maior entre pessoas com 65 anos ou mais (32,6%) e menor entre os jovens na faixa dos 18 aos aos 24 anos (22,9%).

Criação de cardápio é um dos pilares para consolidação de estabelecimento alimentício

A criação de cardápio é um dos carros-chefe de um estabelecimento alimentício, e isso porque é por meio do cardápio que os clientes se sentem instigados a experimentar pratos, retornar futuramente para novas experiências e até mesmo indicar o local para os amigos.

Os bares e restaurantes podem aproveitar o aumento no consumo de frutas e hortaliças para adicionar mais opções de pratos com esses ingredientes durante a atualização e criação de cardápio, visando agradar a diferentes gostos e paladares.

A Menuart é uma empresa com excelência na criação de cardápios e, neste momento, busca auxiliar os clientes ao fornecer conteúdos de qualidade gratuitamente pelo blog. Além disso, a Menuart também oferece diversas opções e modelos de cardápios, além de outros utensílios para bares e restaurantes.

Ao navegar pelo site, é possível conhecer o catálogo de cardápios da Menuart e acompanhar o blog com dicas e notícias sobre estabelecimentos alimentícios. 

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!