Segundo dados, número de homicídios no Brasil cai 19% em 2019

O Brasil contou com 41.635 vítimas de homicídios em 2019, contra 51.558 no ano anterior, o que representa queda de 19%, sendo o menor índice desde 2007, quando os primeiros dados sobre crimes violentos começaram a ser coletados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 

Foram 10 mil mortes a menos em 2019, o que representa o menor número de homicídios dolosos (quando há intenção de matar). No número de vítimas, estão inclusos os homicídios dolosos, feminicídios, lesões corporais seguidas de morte e latrocínios. 

De acordo com pesquisadores do NEV-USP (Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo), apesar da queda significativa, o índice de homicídios no Brasil continua assustador o suficiente para deixar o País em primeiro lugar no ranking das nações com maior número de mortes intencionais e violentas do mundo. 

Dados gerais sobre os homicídios no Brasil em 2019

O Monitor da Violência, iniciativa criada pelo G1 em parceria com o NEV-USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, realizou o levantamento de dados mês a mês e observou que:

  • O país teve 9.923 mortes a menos em 2019, na comparação com 2018, e um total de 41.635 assassinatos, o que representa o menor número de toda a série histórica (que teve início em 2007);
  • Apenas dois estados tiveram queda acima dos 30% no total do ano: Roraima e Ceará. 

Maior queda em 12 anos

A queda no número de mortes violentas no País, em 2019, é ainda mais significativa se for levado em consideração o fato de serem 12 anos de coleta de dados realizada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O índice também impressiona porque, entre 2007 e 2011, o Fórum também considerava dados de ocorrência (em que era possível ter vítimas). Ou seja, mesmo assim, o número de 2019, que se refere às vítimas propriamente ditas, é menor. 

Apesar da queda de 19%, último trimestre voltou a apresentar alta nos homicídios

Ainda que tenha apresentado números muito positivos, é preciso ter cautela e atenção diante dos resultados dos últimos três meses do ano de 2019. Em um terço dos estados, o índice de homicídios voltou a crescer. Santa Catarina é um dos exemplos, em que houve aumento de 23,8% de mortes violentas, em relação ao último trimestre de 2018. 

Estados que também apresentaram alta nos últimos três meses do ano foram: Bahia, Rondônia, Espírito Santo, Sergipe, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Paraná e São Paulo. 

Mesmo com queda, há demanda crescente por serviços de empresa de segurança

Mesmo com a queda de 19%, o número de homicídios ainda é muito grande. A participação de empresa de segurança foi fundamental para a diminuição dos casos de morte violenta, e ainda se faz necessária em estabelecimentos e residências, no intuito de manter a segurança de funcionários e moradores. 

A Generall é uma empresa de segurança que contribui para o combate aos homicídios, atuando com segurança patrimonial, monitoramento com equipamento de alta tecnologia, escolta, entre outros serviços. 

Navegue pelo site para conhecer mais sobre os serviços da Generall e veja por que é preciso investir em empresa de segurança.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *