Região do Douro é destaque no Concurso Vinhos de Portugal

O Concurso Vinhos de Portugal teve a sua edição de 2019, com resultados positivos tanto para a região do Douro quanto para a do Alentejo, que foram as detentoras do maior número de medalhas.

Em uma festa elegante em Leixões, no dia 10 de maio, 1.382 rótulos passaram pela avaliação de especialistas nacionais e internacionais, os quais distribuíram 423 medalhas, ou seja, 3 a cada 10 vinhos foram premiados.

Resultados do Concurso Vinhos de Portugal

Entre as 423 medalhas, 29 delas (6,9%) foram da categoria Grande Ouro, ou seja, as maiores vencedoras. Nesta categoria, foram condecorados 11 rótulos da região do Douro e 7 rótulos do Alentejo, que ficaram nas primeiras posições nesse quesito.

O “Melhor do Ano”, título para o vinho mais bem avaliado pelos jurados, foi para o Quinta Vale D. Maria Vinha da Francisca, também da região do Douro, na safra 2016, produzido pela Aveleda. Merecidamente, ele também levou o título de “Melhor do Ano Vinho Tinto”.

O melhor vinho branco do ano foi o Quinta Pedra Escrita Reserva Bio, safra 2017, também do Douro, de Rui Roboredo Madeira. O “Melhor do Ano Licoroso”, por sua vez, foi para o Alambre Moscatel de Setúbal 20 Anos, produzido pela José Maria da Fonseca Vinhos.

O título de “Melhor do Ano Varietal Tinto” foi concedido ao Grande Rocim (2015, Alentejo), da Rocim Agroindústria, ao passo que o “Melhor do Ano Varietal Branco” foi recebido pelo Villa Oliveira Encruzado, safra de 2016, da região de Dão.

Por fim, o “Melhor do Ano Espumante”, que também não poderia ficar de fora, foi concedido ao Luiz Costa Pinot Noir & Chardonnay, safra 2015, de Bairrada, produzido pela Caves São João.

Assim como também aconteceu nas outras edições do concurso, organizado pela ViniPortugal, a primeira fase ocorreu no Centro Nacional de Exposições (CNEMA), em Santarém, onde cada rótulo passou por uma prova às cegas. Os jurados eram compostos por especialistas no assunto, tanto nacionais quanto internacionais, como sommeliers, jornalistas especializados, enólogos e demais entidades relacionadas ao universo dos vinhos.

Depois dessa primeira fase, os rótulos passaram para o Grande Júri, composto por profissionais dos Estados Unidos, Reino Unido e Suíça, além do presidente do concurso. Ao passar por duas criteriosas avaliações, os rótulos puderam ser premiados como vencedores do concurso, com as desejadas medalhas Grande Ouro e Melhores do Ano, o que traz um reconhecimento muito interessante para os vinhos portugueses.

É interessante notar que a Região do Douro conseguiu obter 11 medalhas Grande Ouro, além de dois Melhores do Ano, o que deixa clara a especialidade da área em produzir rótulos deliciosos e que agradam até mesmo aos maiores especialistas no assunto.

Se você deseja degustar alguns desses rótulos, saiba que pode comprar vinho online na Eno Gourmet Premium, loja que reúne as melhores opções portuguesas para o seu paladar, produzidas por casas experientes e que dominam os processos necessários para o oferecimento das bebidas mais deliciosas possíveis, ideais para as mais diversas ocasiões, até aquelas especiais.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *