Mês de junho se mostra positivo para uma possível recuperação no setor automotivo

Com a flexibilização do isolamento, as concessionárias e o Detran voltaram a funcionar com horários reduzidos na maioria das cidades do Brasil. De fato, essa abertura contribuiu para que houvesse uma retomada progressiva na venda de carros. Em meio a esse momento delicado que a sociedade vive, as concessionárias buscam alternativas para atrair os clientes, propondo financiamentos mais flexíveis, pagamentos de prestações mais baixas e algumas promoções.

As vendas registradas no início do mês de junho aumentaram, aproximando-se, até mesmo, do resultado do mês anterior, tendo um crescimento de 81%, quando comparadas ao início de maio, e 151,7%, quando comparadas ao início de abril.

Contudo, esses números não demonstram o real comportamento do consumidor. A realidade é totalmente diferente: houve um aumento nas vendas por conta dos licenciamentos que precisavam ser realizados pelo Detran, visto que o departamento estava fechado, levando-se em consideração o cenário de pandemia.

Entre as montadoras, não houve tanta mudança. O modelo Onix, da marca Chevrolet, manteve a sua liderança na categoria, assim como nos últimos 5 anos. A única surpresa no período foi o Chevrolet Tracker, que teve um salto, indo da 11ª para a 3ª posição de carros mais vendidos; na liderança, seguem os modelos esportivos.

O total de venda de carros, na primeira quinzena de junho, foi de 47,25 mil automóveis. A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), responsável pela divulgação dos dados, mostrou que os primeiros quinze dias do mês tiveram um desempenho melhor que o mês de maio.

Entenda o perfil das pessoas que pensam em comprar um veículo

Depois de um longo período de queda, o mercado de automóveis vem crescendo de forma considerável desde o ano de 2017. Esse impacto é favorável, pois gera emprego e renda para outras pessoas que dependem do setor de automóveis.

Em 2018, de acordo com dados fornecidos pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), foram, aproximadamente, 2,8 milhões de carros, caminhões e ônibus produzidos no período, uma alta de 6,7% em relação ao ano anterior (2017). Em concordância com o estudo da Global Automotive Consumer Study: Future of Automotive Technologies, da Deloitte, 62% da geração Y e Z acham a aquisição de um veículo desnecessária.

No entanto, o carro ainda é considerado um bem de consumo desejado por muitas pessoas. Um estudo sobre O Segmento Automotivo, realizado pela revista Quatro Rodas, aponta que 77% dos cidadãos concordam que ter um veículo é ter autonomia; 69% gostam de conduzi-lo, e 62% das pessoas declaram que carro é um caso de amor.

Para o Comprecar, carro é sinônimo de liberdade e paixão por dirigir. Encontrar o veículo certo não é uma tarefa fácil, mas, com a ajuda certa, é possível. Com diversos anunciantes de carros em Indaiatuba ou em boa parte do interior paulista, a compra e venda de carros fica mais simplificada com o classificado de veículos do Comprecar.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!