Mercedes utilizará tecnologia MGU-H da Fórmula 1 em carros de rua

A tecnologia MGU-H, já criticada muitas vezes na F1, estará disponível para adaptação aos carros de passeio. A Mercedes comunicou que os planos de utilização da tecnologia nas próximas gerações de seus carros são reais.

O MGU-H é um dos componentes mais importantes para que haja potência nos carros de Fórmula 1: ele faz a conversão de gases de escape quentes em energia elétrica. No entanto, nem todos os fabricantes sabem lidar com o componente, que se mostra um elemento complexo e um desafio para muitos. Mesmo sendo alvo de muitas críticas devido ao uso do componente em seus veículos, a Mercedes tem visto benefícios, há algum tempo, no uso do MGU-H e agora revelou que fará seu uso também nos seus carros de rua.

A Fórmula 1, além de ser referência no esporte, é uma espetacular plataforma de desenvolvimento para todos os tipos de conceitos inovadores no setor automobilístico. Por meio dela, é possível encontrar recursos otimizados para os carros de rua, e é isso o que a Mercedes pretende fazer com o uso da tecnologia utilizada na Fórmula 1. O Motorsport.com comunicou que o MGU-H vai ser utilizado em um novo escapamento elétrico, que, logo mais, também será usado nos novos modelos da marca.

Qual o objetivo do uso do MGU-H nos carros de rua?

É importante enfatizar que o uso desse elemento em carros de rua não é para aumentar o desempenho com potência extra. O objetivo é melhorar o tempo de resposta do motor e a desaceleração no turbo. Essa mudança na prática vai oferecer uma melhor sensação de reação no carro, tornando, assim, a experiência de dirigir muito mais confortável. 

Usar a tecnologia MGU-H em carros de rua significa mostrar que os motores hídricos da Fórmula 1 também podem ser usados em outra área. A ação deixa o investimento ainda mais valioso quando considerados termos de desenvolvimento. A utilização desse recurso é importante para que não haja um retrocesso, limitando seu uso à Fórmula 1. 

O presidente do conselho de administração da Mercedes-AMG afirmou que a empresa já definiu claramente suas metas para um futuro eletrificado. Ele ressaltou ainda que, para alcançar tal objetivo, a instituição conta com componentes altamente inovadores.

O movimento vai suplementar de forma estratégica a tecnologia modular e, assim, adaptar-se aos requisitos de desempenho. A primeira coisa a se fazer é incluir o turbocompressor eletrificado, um exemplo prático da transferência da tecnologia da Fórmula 1 para a estrada. Dessa maneira, a Mercedes pretende levar a combustão a um nível de agilidade anteriormente inatingível. 

O abandono do uso da tecnologia MGU-H já foi cogitado 

Os últimos anos se mostraram desafiadores, houve momentos em que os fabricantes de motores da F1 chegaram a discutir e analisar o abandono do MGU-H como parte de um movimento para deixar as coisas mais fáceis e, com isso, conquistar novos participantes. 

Entretanto, depois de analisarem todos os prós e contras, eles entenderam que a quantidade de energia que a tecnologia MGU-H fornece teria que trazer mudanças grandes no conceito por trás dos motores da F1 na tentativa de amenizar a perda. Outro contra seria desperdiçar tudo que foi investido financeiramente e em forma de conhecimento por parte dos participantes atuais. A conclusão chegada é que abandonar a tecnologia geraria mais contras do que pontos positivos, além de perder participantes ativos. 

Anúncio de carros na plataforma mais conhecida de São Paulo: o Comprecar

O Comprecar é o maior portal de classificados de veículos da internet e conta com uma grande variedade de marcas e modelos de carros em São Paulo, SP. É possível encontrar ótimos veículos conservados e muito bem cuidados no Comprecar. Basta fazer uma busca detalhada para encontrar exatamente o modelo com as condições procuradas. 

A venda de carros usados nunca foi tão fácil e prática.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!