Levantamento aponta que o estado de São Paulo bateu um recorde histórico de abertura de empresas

O número de novas empresas abertas em São Paulo passou por alta histórica em 2020. O Fenômeno pode estar ligado às medidas de fomento ao empreendedorismo promovidas pela Junta Comercial do Estado de São Paulo (JUCESP). 

De acordo com dados divulgados pela JUCESP, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, a cidade de São Paulo registrou a quinta alta consecutiva na abertura de novas empresas – desta vez, batendo um recorde invicto desde 1998.

Em agosto, o número de empresas abertas foi de 22.825, superando julho, quando 21.788 novos CNPJs foram registrados. A quantidade de novas empresas apresenta crescimento desde abril de 2020.

Segundo o governador do estado, esses dados apresentam uma perspectiva otimista sobre a recuperação da economia na região, que foi amplamente afetada pelas medidas de restrição causadas pelo novo coronavírus.

Novas empresas abertas: quais são os setores mais movimentados?

Grande parte das novas empresas está no setor comercial, acumulando 31% do total. Também houve uma grande tendência de abertura de companhias de prestação de serviços técnicos, profissionais e científicos, totalizando 12%. Enquanto isso, empresas voltadas a atividades administrativas e serviços aumentaram 11,3%. 

O que pode explicar tal alta?

Um dos fatores que mais contribuiu para a criação de um ambiente propício para a abertura de novas empresas foi a dispensa de pagamento de tarifa, suspensa pela JUCESP até o dia 23 de outubro em decorrência da pandemia de covid-19. 

A medida tem por objetivo fomentar a atividade econômica e o empreendedorismo no estado, estendendo-se a todos os tipos jurídicos. 

São Paulo também passa por baixa histórica no número de empresas fechadas

De acordo com a JUCESP, também houve uma diminuição no número de empresas fechadas. Enquanto no mês de agosto os encerramentos de CNPJs alcançaram o número de 11 mil, em setembro, as baixas foram de 9.859.

Desde janeiro até setembro, a alta em empresas abertas foi de 2,9% em relação ao mesmo período de 2018. No total, em 2020, até o nono mês do ano, foram abertas 151.678 e fechadas 73.432 (os dados divulgados pela JUCESP não consideram a criação de empresas MEI). 

Como destacar uma nova empresa, frente a um mercado tão concorrido? 

Novas empresas podem ter problemas para se consolidar em um mercado competitivo, como o de São Paulo, mas o cuidado com a apresentação visual de funcionários pode ajudar. Para essa função, não há ferramentas mais importantes do que os crachás. 

Crachás podem ajudar na integração e colaboração entre antigos e novos membros da equipe, além de dar um ar de profissionalismo bastante consistente. 

Além disso, esse método de identificação é capaz de proporcionar mais segurança aos funcionários e controle de fluxo à empresa, protegendo salas de acesso restrito e controlando a jornada de seus colaboradores.

Uma das maneiras mais fáceis de personalizar uma credencial é por meio do cordão para crachá. Empresas como a Badge, por exemplo, têm ampla experiência na personalização desses produtos, oferecendo tecnologia de ponta e uma variedade de opções para todos os orçamentos.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!