Lei de proteção à privacidade de dados entra em vigor na Europa

De acordo com a pesquisa realizada, um novo regulamento europeu para a proteção de dados está exigindo adaptações de empresas brasileiras que operam com a Europa. Desde o dia 25 de maio de 2018, países que integram a União Europeia ou que captam dados de quem está em território europeu são guiados pela regulamentação de proteção de dados (ou General Data Protection Regulation – GDPR). Grandes empresas brasileiras sinalizam que novas normas devem ter efeitos também em solo brasileiro.

A determinação, considerada a maior proteção à privacidade online desde o avanço da internet, na década de 1990, estipula que usuários possam checar quais informações as empresas guardam sobre eles e determina que a coleta e o uso de dados pessoais sejam feitas apenas sob consentimento explícito, entre outras medidas.

A gerente responsável da Hexagon, líder mundial no fornecimento de tecnologias da informação, afirma que a lei coloca restrições ao uso dos contatos existentes em bancos de dados para a realização de campanhas de marketing digital, onde ela vê tudo isso de forma positiva tanto do ponto de vista do consumidor/cliente, que será menos bombardeado com informações irrelevantes, quanto do ponto de vista dos líderes de marketing. “Isso nos obriga a ser cada vez mais criativos e explorar diferentes oportunidades”, diz a gerente.

Especialistas em segurança virtual corporativa salientam que os usuários precisam sempre ficar atentos às questões relacionadas à privacidade nas redes, utilizando somente sites e aplicativos confiáveis que forneçam o mínimo de informações a seu respeito.

Para as entidades judiciais brasileiras, ainda não está definido como isso ocorrerá. Desde o ano de 2011, há discussões no Brasil sobre esse projeto, mas até agora não há uma regra para proteger dados pessoais, ainda que dois projetos estejam tramitando na Câmara e no Senado. Além disso, ainda que de forma limitada, o Marco Civil da Internet estabelece regras para uso de informações pessoais por parte de empresas conectadas.

Especialistas atestam que a ausência de uma lei de proteção de dados no Brasil cria complicações para empresas instaladas no país que realizam processamento intensivo de dados de cidadãos europeus. Elas terão que criar procedimentos para respeitar as regras da GDPR.

Com o passar dos anos, a sociedade está cada vez mais conectada à Internet, lugar onde todos acompanham a globalização e entram na era do mundo digital. Com o setor de publicidade não poderia ser diferente, pois é preciso sempre buscar mais e ir cada vez mais longe nesse mundo tecnológico.

No século em que estamos vivendo e com todos os avanços tecnológicos, se as empresas não se adaptarem às novas formas de mídia, não vão conseguir sobreviver em um mercado sujeito à competitividade. Os meios tradicionais não oferecem muitos resultados positivos, mas o contrário ocorre com a internet, que coloca as pessoas em contato com o mundo em questão de segundos.

Encontre mais informações no divulgador de notícias

O portal Universo de Negócios é um divulgador de notícias de empresas de todos os portes e segmentos. Seu objetivo é o de manter seus usuários e seguidores sempre bem informados sobre tudo o que acontece no Brasil e no mundo. São diversos assuntos abordados, como educação, saúde, esporte, lazer, política, entre outros.

POsts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *