Governo Federal divulga orientações para pessoas com deficiência sobre o novo coronavírus

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que, atualmente, o Brasil conta com, aproximadamente, 22% de pessoas com algum tipo de deficiência. A porcentagem, em números reais, equivale a 45 milhões de cidadãos. Especialistas explicam que existem três níveis de deficiências, sendo eles classificados em: leve, moderado e severo. Dessa maneira, os cuidados podem variar conforme o grau de dependência do indivíduo.

Diante da atual situação de pandemia do país, devido ao novo coronavírus, o governo apresentou orientações importantes para a parcela da população com deficiência. A especialista deixou claro que as pessoas que apresentam deficiências em grau severo, as quais dependem fisicamente de outras pessoas para sobreviver, estão mais propensas a serem contaminadas pela Covid-19. É muito importante ressaltar que não somente a pessoa com deficiência precisa se cuidar, lavando as mãos e praticando os demais cuidados, o cuidador também necessita adotar as mesmas práticas. 

Especialistas também afirmam que mais de 60% das pessoas que apresentam deficiência se enquadram no grupo de risco, pois estão acima dos 50 anos.

Orientações dadas pelo Governo Federal referentes às pessoas com deficiência

A necessidade dessas orientações surgiu devido à falta de informação acessível ou a informações imprecisas circulando em diversos meios. Dessa maneira, as orientações e textos informativos passaram a ser divulgados também em vídeos em libras. O material conta com dicas básicas sobre a Covid-19, ações para a prevenção, remédios que podem ser utilizados para alívio dos sintomas, possíveis tratamentos e os meios de contágio. O documento também conta com uma sessão especial voltada a pessoas que possuem doenças raras e também para diversas deficiências, incluindo pacientes ostomizados.

Segundo a Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o material tem como objetivo orientar, de forma assertiva, os indivíduos com deficiência, informando-os sobre todos os cuidados essenciais durante a atual pandemia. 

As orientações também trazem esclarecimentos sobre a vulnerabilidade das pessoas com deficiência frente ao novo coronavírus. Faz-se necessário salientar que, somente por apresentar alguma deficiência, essa pessoa não estará mais vulnerável ao vírus. É importante estar atento, no entanto, caso, além da deficiência, ela apresente restrições respiratórias, condições autoimunes ou outras doenças afins. Por esse motivo, é muito importante que as pessoas com deficiência estejam por dentro de todas as informações e atentas às orientações disponíveis por meio desse material exclusivo.

Cuidados essenciais para pessoas com deficiência contra a Covid-19

  • Manter as ações de higiene pessoal;
  • Seguir as recomendações sobre o distanciamento social;
  • Aos intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras), manter sempre as mãos higienizadas, devido ao contato delas com o rosto durante a comunicação;
  • O cuidador está propenso a pegar o vírus, então, é importante ter outra pessoa treinada para assumir os cuidados da pessoa com deficiência caso a contaminação aconteça;
  • Para as pessoas que possuem dificuldade para se comunicar, que não conseguem dizer como estão se sentindo, os cuidados precisam ser ainda mais intensos. A verificação da temperatura é uma maneira eficaz de monitoramento;
  • Para pessoas que precisam fazer uso de equipamentos, é muito importante que os mantenham limpos (cadeiras de roda, bengala, andadores, muletas e outros);
  • Os familiares e cuidadores, sempre que chegarem de algum lugar, precisam fazer uma higienização completa antes de ter contato físico com a pessoa com deficiência.

A Osto+ proporciona informações sobre os cuidados para pessoas que passaram pela ostomia 

A informação, no atual momento de pandemia da Covid-19, é uma ferramenta essencial, sendo absolutamente necessário saber como se prevenir e lutar contra a contaminação. 

A Osto+ é uma comunidade com pessoas engajadas por um propósito maior: querer informar e auxiliar pessoas que tenham sido ou que serão submetidas a procedimentos de ostomia. Por isso, ela procura trazer conteúdos relevantes, além de dispor de cuidados de excelência com seus pacientes ostomizados.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta