Em comparação com o ano passado, Brasil registra queda em mortes violentas

São bons indicativos para a segurança nacional o Brasil registrar queda em mortes violentas. De acordo com o índice nacional de homicídios, criado pelo G1, o número de mortes violentas nos cinco primeiros meses de 2019 foi de 17.907, contra 23.015 no mesmo período do ano passado, uma queda de 22%.

Ao comparar apenas o mês de maio, foram 3.521 assassinatos em 2019 e 4.327 em 2018, que resultou em uma queda de 18,6%, o que é bastante positivo, principalmente se os índices continuarem apresentando melhorias.

Por que o número de mortes violentas caiu?

O número de mortes violentas caiu devido à junção de vários motivos, os quais resultaram em uma situação melhor para a segurança, embora esta ainda tenha que melhorar. Alguns dos pontos de destaque de três estados cujo número de assassinatos teve uma queda bastante considerável (Acre, Ceará e Rio Grande do Norte) são os seguintes:

  • Criação de delegacia destinada a investigar casos de homicídios;
  • Criação de secretaria voltada à administração penitenciária;
  • Integração entre as forças de Justiça e Segurança;
  • Ações rígidas em prisões, como a implantação do Regime Disciplinar Diferenciado (RDD) e de operações constantes de revistas;
  • Isolamento ou transferência de líderes de grupos criminosos para presídios de segurança máxima.

Já havia sido vista uma tendência na redução nos homicídios desde os dois primeiros meses de 2019, em que a redução foi de 25%, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, bem como no balanço das mortes violentas de todo o ano de 2018, que apresentou a maior queda histórica dos últimos 11 anos.

Os levantamentos são feitos pelo Monitor da Violência, criado em parceria entre o G1, o Fórum Brasileiro de Segurança Pública e o Núcleo de Estudos da Violência, da Universidade de São Paulo (NEV/USP).

Entre os crimes violentos, consideram-se homicídios dolosos (com feminicídios inclusos), lesões corporais seguidas de morte e latrocínios, que constituem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

Outro ponto que merece ser destacado em relação à redução dos homicídios é a ação das empresas de segurança privada, já que elas também podem contribuir com um país mais seguro e protegido.

Ainda que sua atuação se dê de maneira diferente dos órgãos públicos, como a Polícia Militar, é inegável que sua intervenção é de suma importância para garantir que os níveis de segurança melhorem cada vez mais.

Esse tipo de serviço pode ser contratado por shopping centers, supermercados, escolas, universidades, hospitais e todas as outras empresas, independentemente de qual seja seu porte ou segmento, com resultados bastante positivos a curto, médio e longo prazo.

O serviço se baseia no uso de câmeras, alarmes e equipamentos de segurança, além da atuação dos profissionais de segurança em escoltas e rondas, o que proporciona um ambiente mais protegido para todos os que ali se encontram.
A Generall é uma empresa de segurança com mais de 25 anos de experiência no mercado e com profissionais altamente capacitados, que passam por treinamentos para desenvolver suas habilidades e para prestar o melhor serviço possível aos seus clientes, além de apresentar um excelente custo-benefício para o seu negócio.

Saiba como publicar releases com auxílio profissional

O Universo de Negócios é um portal para divulgação de releases e outros materiais sobre as mais diversas áreas do comércio, indústria e negócios em geral.
Para saber mais sobre esse divulgador de releases, navegue pelo site.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *