Em 2019, e-commerce apresenta faturamento de aproximadamente R$ 75 bilhões

No acumulado do ano de 2019, as vendas realizadas pela internet chegaram a faturar aproximadamente R$ 75 bilhões, o que representa um crescimento de quase 23% em relação ao ano anterior. Os dados foram divulgados pelo relatório NeoTrust, que visa avaliar o comércio eletrônico trimestralmente, tendo como base informações cedidas pelo Compre&Confie (empresa focada em inteligência de mercado no e-commerce). 

Ainda de acordo com o NeoTrust, o tíquete médio, ou seja, o valor gasto pelo brasileiro não variou significativamente, mantendo-se em R$ 420,40 (crescimento de 0,2% em comparação com 2018). Isso significa que o maior faturamento está ligado ao volume de vendas. Foram feitos 178,5 milhões de pedidos, total que retrata aumento de 22,5%. 

E-commerce segue prosperando após a crise

O ano passado foi muito importante para o varejo online, pois foram registrados diversos fatores que levaram ao crescimento. Dentre eles, é preciso mencionar a maior integração multicanal, a consolidação do modelo de Marketplace no país e o aumento da aceitação por parte dos consumidores, que passaram a realizar mais compras pela internet. 

Públicos responsáveis pelo crescimento do e-commerce em 2019

O estudo também liberou dados mais segmentados, mostrando quais públicos foram os principais responsáveis pelo crescimento do varejo online no ano passado. As mulheres compraram mais: cerca de 52% dos pedidos foram feitos por elas. Por outro lado, elas gastaram menos (R$ 371,70 por compra, em média), em comparação aos homens, que desembolsaram R$ 473,60 (em média). 

Já com relação à faixa etária, os adultos de 36 a 50 anos realizaram o maior número de pedidos (33,6% do total do ano). Em seguida, estão os jovens adultos (de 26 a 35 anos) que realizaram 31,8% das compras. Os jovens de até 25 anos ficaram em terceiro, com 19,5%, e os adultos com mais de 51 foram os menos engajados (15,1%). 

Outro destaque é com relação aos consumidores únicos, ou seja, todos aqueles que fizeram, pelo menos, uma compra pela internet ao longo do ano. Em 2019, esse segmento de público aumentou mais de 40% na comparação com 2018, alcançando 31,4 milhões de pessoas. 

Além do volume de compras, tíquete médio também deve aumentar em 2020

De acordo com o Compre&Confie, a estimativa é de que o varejo online alcance o faturamento de mais de R$ 90 bilhões este ano, o que seria um crescimento de 21% na comparação com 2019. O aumento deve vir tanto no volume de pedidos (que deve chegar aos 210,8 milhões, com alta de 18%) quanto no montante gasto. A previsão é de que o tíquete chegue aos R$ 430, obtendo aumento de 2%. 

Sucesso do cupom de desconto cresce junto com o avanço do e-commerce

Dado o avanço do mercado, cada vez mais pessoas estão preferindo fazer suas compras pela internet. Com isso, as ofertas de cupom de desconto, que chamam a atenção do consumidor ao oferecer uma oportunidade de compra, estão ganhando cada vez mais espaço!

O Cupomzeiros é um site gratuito, que foi criado para ajudar internautas a terem descontos em suas compras pela internet. Na plataforma do Cupomzeiros, é possível encontrar uma grande diversidade de cupons de descontos para consumidores que buscam economia real durante a realização de uma compra. 

No site, é possível encontrar todas as informações sobre como funciona o Cupomzeiros.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *