Cresce 8,5% a movimentação de cargas nos portos brasileiros em 2017

O Anuário CNT do Transporte 2018 divulgou o aumento de 8,5%, em 2017, no movimento de cargas nos portos brasileiros. Além disso, o Porto de Santos segue na liderança do embarque e desembarque de mercadorias. Nesse período, 1 bilhão de toneladas de cargas foram movimentadas nos aeroportos organizados e nos terminais de uso particular do Brasil. Dessa movimentação, 365 milhões de toneladas passaram pelos portos públicos e 29% ficou com o cais santista.

O CNT aponta em sua terceira edição mais de 800 tabelas que apresentam o crescimento nos campos rodoviários, ferroviários e aéreos com dados consistentes sobre passageiros, cargas, frotas e infraestrutura.

Vias

 Conforme o relatório, os maiores problemas que impactam na movimentação dos portos são as más condições das rodovias. O documento apresenta 63,6% de aumento na frota de veículos no período de 2009 a 2017, enquanto a infraestrutura apresenta deficiências que provocam um grande índice de acidentes de trânsito.

A malha pavimentada teve aumento de 0,5% no mesmo período, enquanto que a parte maior da extensão avaliada por meio da CNT apresentou deformidades na pavimentação, na sinalização ou na geografia das vias.

Segundo o coordenador de estatística e pesquisa da CNT, 12% da malha viária do país é pavimentada, mas 60% delas estão com alguma deficiência. Em razão disso, a taxa de acidentes cresce a cada dia, além de interferir de forma bastante negativa no custeio operacional dos transportes e cargas, o que leva o Brasil a perder produtividade.

Cais santistas

 Apesar dos contratempos nas estradas, acima de 60% das cargas destinadas ao porto passam por elas, e há dificuldades de acesso aos portos. Diversas medidas são vistas de modo positivo pelo representante da CNT, como, por exemplo, tornar mais ágil o fluxo para o embarque e desembarque dos navios.

Segundo avaliação do coordenador, no Porto de Santos houve um avanço relevante na movimentação física. No entanto, não houve nenhum tipo de investimento especial para tal aumento de cargas no ano de 2017.

Outros dados

 No movimento portuário, o calendário aponta que, em 2017, grande parte da carga transportada no Brasil foi de granel sólido, tendo 696 milhões de toneladas. Na sequência, aparecem os produtos líquidos e gasosos, com 230 milhões de toneladas, conteinerizada (107 milhões de toneladas) e cargas gerais (54 milhões de toneladas). Em média, 70% da carga em contêineres transita pelos portos organizados.

O relatório aponta que tanto os setores ferroviários quanto o aéreo têm registrado relevantes crescimentos no movimento de cargas nos últimos tempos. Em 2017, foram conduzidas 538,8 milhões de toneladas úteis no sistema ferroviário do país, sendo 6,9% a mais que no ano de 2016. A movimentação de cargas teve avanço de 8,9% na mesma época, com o envio de 1,24 milhão de toneladas.

Conheça 5 principais modais de carga que podem contribuir com a sua empresa

 Com o crescimento acelerado das indústrias nos últimos anos, percebe-se que muitas delas precisaram repensar os modais de carga, principalmente com o objetivo de reduzir os custos com a logística e tornar mais ágil a distribuição de produtos de um modo seguro, que gerasse mais confiança aos clientes e o reconhecimento da empresa e seus serviços.

Algumas organizações têm dificuldades para decidir qual o meio de transporte que irão contratar para transportar suas entregas. Existem diversos modais de cargas e, entre eles, os 5 principais são:

Rodoviário

 As entregas são feitas por meio de caminhões e carretas. Esse meio de transporte faz uso das rodovias para chegarem ao destino da carga.

Aéreo

Essa é uma ótima opção para as empresas que têm urgência na entrega. Mesmo com a limitação de volumes, tamanho, peso e quantidade, essa tem sido a preferência de muitos empresários.

Ferroviário

O transporte ferroviário é indicado para cargas de grande volume que precisam percorrer longas distâncias.

Aquaviário

 Assim como o modal ferroviário, aqui é possível transportar grandes quantidades de cargas. No entanto, ele é indicado para o transporte de produtos de baixo valor, além de uma diversidade de produtos, independente do estado, se liquido sólido ou gasoso, contanto que estejam todos bem lacrados e armazenados.

Dutoviário

Este transporte é feito por meio de submarinos e permite transportar grandes quantidades a longas distâncias.

São várias opções existentes no mercado que são utilizadas por empresas de diversos segmentos, portanto, é de suma importância que as organizações invistam em equipamentos adequados e de boa qualidade para a realização de suas atividades.

A Polifitema é uma empresa que trabalha com diversos equipamentos de segurança individual, como o gancho de amarração de cargas. A organização tem como prioridade ofertar aos seus clientes produtos de ótima qualidade e atendimento especializado com a atenção que todos eles merecem.

VEJA COMO PUBLICAR RELEASES ATRAVÉS DO UNIVERSO DE NEGÓCIOS

O Universo de Negócios é um portal para publicação de releases, responsável por divulgar conteúdos diversos sobre negócios, comércio, indústria e segmentos variados.

Navegue pelo site para saber mais sobre esse divulgador de notícias.

 

POsts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *