Como alugar um escritório

Para iniciar a expansão de uma empresa em outro país, como o Brasil, a maioria dos modelos de negócios precisa de uma sede e, às vezes, de uma estrutura operacional.

Em muitos casos, alugar o imóvel para a nova sede pode ser mais vantajoso do que comprá-lo; pelo menos, no início da operação. A questão, no entanto, é determinada por muitas variáveis ​​que devem ser combinadas para que o local atenda às necessidades estruturais da empresa, de acordo com seu plano de expansão.

Lugar

O Brasil é um ótimo país e, apesar de São Paulo ser sua cidade economicamente mais importante, muitas outras grandes metrópoles, como Rio de Janeiro, Curitiba ou Porto Alegre, oferecem boas oportunidades e condições logísticas para estabelecer a nova sede da empresa.

Portanto, ao decidir sobre a localização do novo escritório, é importante considerar aspectos que envolvem relações de estratégias de negócios com clientes e fornecedores e como eles se relacionam com o status do bairro, levando em consideração a importância de se estar próximo ao centro, a rodovias ou a aeroportos, por exemplo.

Entre tantas coisas a ponderar, também é importante escolher um local de fácil acesso aos funcionários e não se esquecer de verificar se existem restaurantes que oferecem boas opções para o almoço no arredores, sem a necessidade de se deslocar de carro.

Tamanho e preço

O espaço escolhido precisa ter as dimensões adequadas para a quantidade de funcionários e para a operação planejada para o espaço. O preço do aluguel nem sempre é a clara relação entre o tamanho da área locada e o preço estimado por metro quadrado. Sendo assim, é preciso ter atenção com as taxas de locação cobradas (já que elas podem ser questionadas), além do aluguel contratado. 

Apesar do preço da locação, se o espaço é em algum tipo de condomínio, geralmente há um valor mensal que precisa ser pago pela chamada “taxa do condomínio”, podendo aumentar o aluguel em até 20% sobre o preço combinado. Em condomínios verticais, essa taxa geralmente não inclui o custo de vagas de estacionamento.

Por esses motivos, antes de assinar o contrato de aluguel, é muito importante analisar todos os componentes do preço e os possíveis custos derivados.

Coworking ou escritórios compartilhados

Para empresas que não têm uma necessidade tão estrita de espaço exclusivo, escritórios compartilhados ou espaços de trabalho em equipe podem ser ideais, já que podem combinar flexibilidade e baixos custos fixos em suas operações.

Nas cidades brasileiras mais importantes, os espaços de trabalho em equipe estão se tornando cada vez mais comuns no mundo corporativo, já que oferecem boa localização, recursos e suporte tecnológico de acordo com as necessidades de cada empresa durante o tempo contratado.

Tais espaços compartilhados são compostos por áreas de trabalho elegantemente decoradas em diferentes formatos: salas privadas, salas de reuniões ou grandes salões para entrevistas e reuniões menos formais.

Ambientes com a infraestrutura necessária podem ser contratados por curtos períodos, em intervalos regulares, ou mesmo ocasionalmente. Essa modalidade de arrendamento permite vários ajustes e negociações que podem torná-los as melhores opções para empresas que buscam maior flexibilidade.

Tudo sobre mercado imobiliário no Universo de Negócios

Navegue pelo nosso site para conhecer o Universo de Negócios, ter acesso a todas as notícias sobre o mercado imobiliário e, ainda, publicar releases!

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!