Brasil é considerado o único país com mais de 200 milhões de habitantes que possui um sistema de saúde pública universal

O Sistema Único de Saúde (SUS) é um dos maiores sistemas de saúde pública do mundo. O programa é completo e atende desde atendimentos primários até procedimentos mais complexos como transplante de órgãos.  O SUS garante acesso universal ao sistema público de saúde e é um direito de todo brasileiro. Sua rede de atendimento é ampla e complexa.

Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil é o único país do mundo que conta com um sistema público para mais de 100 milhões de habitantes. O SUS é financiado com dinheiro de impostos e qualquer pessoa pode beneficiar-se dele. É um programa gratuito e para toda a população

Em outros países o sistema é público, mas não completamente como no Brasil. Apenas uma parte da população tem direito ao atendimento gratuito e nem todas as especialidades são oferecidas de forma gratuita a todos os cidadãos.

Alguns países são reconhecidos internacionalmente por terem um sistema público de saúde. Entretanto, países como Reino Unido, Canadá, Dinamarca, Espanha, Portugal e Cuba não possuem população superior a 100 milhões de habitantes. Na prática, esses países não possuem um sistema público de saúde universal, como o SUS.

O atendimento gratuito de saúde é previsto por lei 

Todo brasileiro pode ser atendido gratuitamente pelo SUS. Esse direito está previsto na Constituição pela lei 8.080, de 1990. Outra característica do sistema de saúde brasileiro é que ele fornece remédios gratuitamente para toda a população com doenças como diabetes, pressão alta, asma, HIV e Alzheimer.

O sistema britânico de saúde, um dos mais renomados no mundo, não oferece remédios gratuitos para toda a população, apenas para uma lista de doenças e para alguns grupos específicos como idosos, jovens de até 16 anos, pessoas pobres e que apresentam doenças graves. 

Outros serviços oferecidos pelo SUS

O SUS também oferece outros serviços à população, como o atendimento de emergência para pessoas que sofrem acidentes via Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). 

Além disso, o SUS financia pesquisas na área de epidemiologia e fiscaliza a qualidade dos alimentos oferecidos em estabelecimentos comercias por meio da Anvisa (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária). As vacinas também são oferecidas pelo SUS. 

O SUS possui um programa para pessoas com deficiência 

O Ministério da Saúde concebeu uma Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência que desenvolve ações com o intuito de promover os cuidados em saúde para a habilitação, reabilitação e a inclusão das pessoas com deficiência.

A Rede é completa e organizada. Engloba programas de reabilitação auditiva, física, visual, ostomia e outras deficiências, além de oferecer atenção hospitalar e de urgência.

A ostomia, por exemplo, também é considerada uma deficiência física. É importante buscar um profissional habilitado que ofereça ajuda a pessoas com ostomias. 

A Osto+ é uma comunidade de profissionais especializados no assunto, ajudando quem passou pela ostomia ou está preparando-se para o procedimento. 

Para saber mais sobre a ostomia e obter mais informações, acesse o site.

 

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta