As reações do corpo quando paramos de treinar

Em tempos de isolamento social, parte das pessoas está realizando exercícios físicos em casa, mas outra parte desistiu das atividades e tem levado uma rotina sedentária. Veja o que acontece com o corpo quando paramos de treinar e saiba como tirar dúvidas com clínica de fisioterapia.

Seja em decorrência da quarentena, seja por preguiça, parte dos atletas está passando por um período sem treinar, mas pouca gente sabe quais são os efeitos do tempo em que se permanece parado. Além da força, o fôlego e a coordenação motora podem ser afetados.

Os efeitos do sedentarismo para quem costumava se exercitar

Após uma semana de pausa, uma pessoa que costumava se exercitar não sofre grandes influências no condicionamento do corpo. Os menos experientes já começam a sentir um certo desânimo para realizar tarefas rotineiras.

Após 15 dias sem exercícios, o metabolismo começa a se tornar mais lento e a pessoa passa a sentir mais dificuldade em manter o controle do peso. Há também uma acentuação na perda de resistência muscular, de força, na capacidade cardiorrespiratória, além de diminuição da massa magra de forma perceptível.

A queda do rendimento e da força acontece devido à falta de estímulo, que faz com que os músculos voltem à sua zona de conforto (condição conhecida por homeostase).

Saiba mais: Publicar release

Enquanto os exercícios causam microlesões musculares, que forçam o corpo a se regenerar e se tornar mais forte (já que o corpo entende que deve ser mais resistente para evitar outras lesões), o contrário acontece quando se passa por períodos sem exercícios (o que chamamos de sedentarismo).

A importância da prática de exercícios regularmente para a saúde

Várias pesquisas já revelaram que a prática de atividades físicas, quando feita com regularidade, aumenta a qualidade de vida, melhora a condição dos neurotransmissores do cérebro e libera hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar.

Além de diminuir a tensão muscular e o estresse, os exercícios também aumentam a produção de endorfina. Isso tudo causa mudanças muito positivas no corpo e na mente, ajudando a combater problemas como: ansiedade, depressão, nervosismo, além de dores na coluna e outras dores crônicas.

Tendo isso em mente, a prática de exercícios físicos é altamente recomendada a pessoas de todas as faixas etárias, contanto que seja feito o devido acompanhamento para evitar problemas e a chance de desenvolver lesões. As atividades trazem melhorias para o corpo, para o condicionamento e para a qualidade de vida do ser humano.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta