ABCom alerta setor de e-commerce para se preparar para a nova Lei Geral de Proteção de dados

A nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGDP), sobre a proteção de dados pessoais na Internet, vai entrar em vigor no Brasil a partir de agosto de 2020. O setor mais impactado com as mudanças será o e-commerce, já que sua atuação tem como base a análise e utilização de dados sobre o consumidor.

Houve uma avaliação positiva por parte da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) dando mais poder ao consumidor no que se refere à coleta e o uso dos seus dados pessoais e aplicando penalidades sobre as empresas que não cumprirem as novas regras.

A ABComm teve participação nas discussões para elaborar o conteúdo da nova lei, tendo a presença do Diretor Jurídico como consultor técnico de discussões do assunto no Senado Federal.

Os e-commerces precisam fazer novas adaptações em suas práticas de segurança, realizando treinamento de pessoas, adaptando documentos e modificando processos, de modo que estejam adequados às recomendações da nova lei da legislação.  Uma assessoria jurídica pode ajudar no processo de mudança, analisando tudo que não está em conformidade e precisa ser alterado. Como ainda há um tempo hábil, é importante começar o quanto antes as modificações necessárias.

Mudanças da nova Lei

A nova Lei determina que qualquer dado pessoal coletado e usado deve ser informado ao portador para que haja o consentimento dele. Os e-commerces vão precisar de uma autorização específica dos consumidores. Isso compreende todas as empresas que, por determinado motivo, tiveram acesso aos dados pessoais do cliente.

Um detalhe importante é referente à autorização, ela precisa ser detalhada e específica, autorizando que a empresa use os dados apenas para as finalidades descritas no documento. E os dados não poderão ser passados para outros parceiros de negócio, isso pode resultar em penalidades graves.

Outra coisa nova adotada pela LGDP é que o dono dos dados terá o direito de fazer questionamentos aos serviços de e-commerces sobre as informações pessoais que estão no banco de dados, exigindo que sejam editadas ou até mesmo excluídas. A portabilidade dos dados também pode ser solicitada.

A Lei também terá uma proteção diferenciada para os menores de idade, os seus dados só serão coletados com o consentimento do responsável. Ainda não foi definido como isso será feito na prática, mas a empresa precisa estar ciente e fazer tudo de forma clara e com a certeza dessa autorização.

Existirão penalidades para as empresas que não cumprirem a LGDP, essas penalidades contam com multas que variam de 2% do faturamento da empresa até R$ 50 milhões por infração cometida. Isso não é tudo, as empresas que continuarem a cometer essas falhas poderão ter sérios problemas com o ministério público.

As mudanças necessárias para a nova Lei não serão simples e demandam trabalho, mas os benefícios para a sociedade serão numerosos. Acredita-se que busca pelo equilíbrio entre a transparência com os titulares dos dados e a segurança jurídica para as empresas será algo diferenciado e bom para todos, empresa e cliente.

Contrate consultoria de SEO para o seu e-commerce

A Consultoria Digital é uma agência de marketing digital que oferece aos seus clientes consultoria de marketing digital para prover a otimização de site que um e-commerce precisa para se consolidar no mercado.

A agência ainda conta com projetos de consultoria de marketing digital e ferramentas de SEO para tornar o site mais relevante no ranking de pesquisas realizadas em páginas de buscas, tais como o Google.

Acesse o site e entenda como alavancar o seu e-commerce com os serviços oferecidos pela Consultoria Digital.

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!

Deixe uma resposta