36% dos consumidores pretendem realizar compras do Natal 2020 nas mesmas lojas que compraram em 2019

A pesquisa Intenção de Compra Natal 2020 mostra que o consumidor já sabe onde e como fará as compras de final de ano.

O Natal é a época do ano mais importante para lojistas, já que a imensa parte dos consumidores faz compras para presentear amigos e familiares. Por ser uma tradição culturalmente atribuída ao final do ano, as pessoas tendem a se programar. De acordo com a pesquisa Intenção de Compra Natal 2020 da Social Miner, em parceria com a Opinion Box, a projeção é de que mais de ¾ do público já esteja pesquisando as melhores ofertas e comprando alguns produtos; apenas uma minoria deixará para a última hora.

Segundo a pesquisa, quase 20% dos consumidores estão buscando presentes e 4% já fizeram suas compras, sendo que destes, 88% aproveitaram a Black Friday para adiantar a lista de final de ano.

A fidelidade é outra questão que ganhou espaço na pesquisa, e isso porque boa parte do público pretende comprar nas mesmas lojas onde fizeram as compras no Natal do ano passado: 36% dos participantes estão se programando para comprar (ou já estão comprando) no mesmo local de 2019. Questões como preços competitivos, qualidade dos produtos e bom relacionamento com a empresa são determinantes para fazer com que o cliente seja fidelizado.

Consumidor já sabe o que vai comprar

Este ano, o consumidor deverá apostar em itens que já vêm se consolidando como prioridades na lista de compras do brasileiro. Eles pertencem às categorias: moda e acessórios (56%), brinquedos (37%), saúde e beleza (32%), eletrônicos (31%), eletrodomésticos e eletroportáteis (24%), supermercado (22%), livraria (19%), informática (17%), vale-presente (17%) e móveis e decoração (15%).

Participação da Black Friday nas compras de Natal

A presença da Black Friday nas compras de Natal foi significativa, e por isso a pesquisa da Social Miner divulgou os dados referentes a tal questão. De acordo com o levantamento, dos consumidores que já compraram os presentes de Natal, 88% disseram ter aproveitado a Black Friday para antecipar parte das compras.

Entre as escolhas desse público, destacaram-se principalmente os itens de moda e acessórios (58%), saúde e beleza (37%), eletrônicos (37%), eletrodomésticos (36%), supermercado (35%), brinquedos (29%) e móveis e decoração (25%).

Ticket médio deverá ser menor no Natal 2020

É esperado que as pessoas continuem comprando produtos para presentear entes queridos, porém, após um ano de forte recessão (ocasionada pela pandemia do novo coronavírus), o consumidor está mais cauteloso. De acordo com uma pesquisa da Boa Vista, que ouviu cerca de 400 consumidores do País, quase 80% dos respondentes dizem pretender gastar menos do que no ano passado. Apenas 14% investirão a mesma quantia e 7% acreditam estar melhor favorecidos financeiramente do que no ano passado e, assim, poderão pagar um valor maior nos produtos adquiridos.

Para se ter uma ideia da insegurança causada pela pandemia, em 2019, eram 67% os que planejavam gastar menos, e 11% os que poderiam investir mais.

Comércio online deve investir em boas ofertas para conquistar público no Natal 2020

No ano passado, o faturamento do e-commerce brasileiro, durante o Natal, cresceu quase 30% em comparação ao mesmo período de 2018, ultrapassando os R$ 14 bilhões de acordo com dados do Compre & Confie. Em 2020, por outro lado, o consumidor está mais consciente em relação aos seus gastos, e deve ser mais receoso na hora de comprar.

O lojista que pretende conquistar mais clientes este ano deve apostar em boas ofertas, além de melhores condições de pagamento, atendimento personalizado ao cliente e descontos com frete.

No Natal 2020, consumidor pode encontrar tudo o que precisa pela Internet, inclusive móveis para bebê

O Natal 2020 provavelmente será mais cauteloso devido ao cenário pandêmico, mas isso não significa que as pessoas deixarão de presentear amigos e familiares. Hoje, o e-commerce brasileiro oferece ao consumidor uma ampla gama de produtos, até mesmo móveis para bebê.

Isso significa que o consumidor não precisa sair de casa (e se expor) para fazer suas compras, adquirindo produtos de qualidade em loja de móveis para bebê, por exemplo, pela Internet. 

Avatar

Encontre publicações de diversos segmentos e nichos só aqui no portal Universo de Negócios!